Quinta-feira, 06 de AGOSTO de 2020

Publicidade

Facebook

Gestão

Dilamar de Jesus toma decisão sobre assumir Prefeitura; Em paralelo, vereadores fazem pressão e recebem ’visita’ de André Pacheco

por Cristiano Abreu | Publicada em 25/07/2020 às 00h| Atualizada em 26/07/2020 às 21h28

A cadeira de prefeito de Viamão é o centro de um dos mais impressionantes cabos de guerra já criados na Câmara de Vereadores. Por duas vezes neste sábado (25), 11 dos 12 vereadores que votaram a favor de Nadim Harfouche (PSL) e Eraldo Roggia (PTB) na sessão extraordinária da quinta-feira (23) participaram de reuniões para definir posição. Eles vão subir o tom de cobrança para que Dilamar de Jesus (PSB) assuma a Administração do município ou renuncie ao mandato. Enquanto isso, o grupo que apoia o presidente licenciado costura uma saída.

A informação de momento é que Dilamar assumirá como prefeito, desde que seja liberado pelos médicos. Fontes ligadas ao vereador, que não está atendendo ligações, asseguram que há o desejo de acabar o mais breve possível com o impasse. Contudo, a decisão não será anunciada oficialmente antes da liberação do resultado do exame que realizou para detectar a COVID-19. As mesmas fontes alegam que foram feitas tentativas com o hospital em que o socialista foi atendido em Porto Alegre, com as secretarias de Saúde municipal e do Estado para antecipar a divulgação.

Até agora, nada.

Enquanto isso, Xandão Gomes (Republicanos) e Evandro Rodrigues (DEM) estão de sobreaviso. Durante a tarde, estiveram na sede da Câmara. Caso Dilamar não possa assumir, Xandão reununciará, como já comunicou publicamente nesta manhã, e Evandro é prefeito.

Foi solicitado à secretaria legislativa que antecipasse a preparação do termo de posse (também é necessária a anulação dos atos que nomearam Nadim), mas o livro em que tais atas são registradas "desapareceu". Não estaria na Câmara, nem com a secretaria de Administração da Prefeitura.

A coluna tentou falar com o secretário Orlando Gomes Júnior, que não atendeu às ligações.

 

"Grupo dos 11" dá prazo para Dilamar

 

Após dois encontros, os 11 vereadores que apoiaram Nadim fecharam questão. Dilamar tem até o fim deste domingo (26) para sentar na cadeira ou será alvo de uma comissão processante. 

- Queremos uma definição, seja qual for a opção (do Dilamar). Se até amanhã ele não assumir, na segunda-feira (27) vamos protocolar pedidos de afastamento, não apenas da presidência, mas também do mandato de vereador. E pediremos a responsabilização dele pelas mortes por COVID-19. A cidade está desde a quarta-feira sem prefeito e não vamos esperar mais - disse Guto Lopes (PDT). 

As duas reuniões foram realizadas na casa de Rodrigo Pox (PDT). Participaram: Adão Pretto (PT), André Gutierres (PP), Armando Azambuja (PSDB), Dieguinho (PSD), Eraldo Roggia (PTB), Francinei Bonatto (PSDB), Guto Lopes (PDT), Nadim Harfouche (PSL), Maninho Fauri (PSD) e Victor Braga (PTB). Ainda nesta noite, um advogado que representa o grupo ingressou com mandado de segurança solicitando que seja cumprida a decisão judicial que determina que compete a Dilamar tomar posse ou renunciar. André Gutierres, Francinei Bonatto, Maninho Fauri, Rodrigo Pox e Victor Braga são os autores.

A coluna apurou que André Pacheco, prefeito afastado até o dia 10 de agosto em decorrência da Operação Capital, esteve na casa de Pox. O pedetista assegura, no entanto, que Pacheco não teve relação com a reunião.

- Ele mora perto, chegou após a reunião e não teve participação nas decisões. Só esteve aqui porque veio falar com os vereadores do partido dele (Dieguinho e Manino) - garante Pox.

A coluna conseguiu contato com alguns dos vereadores. Adão e Guto informaram que saíram mais cedo e não viram André. Francinei Bonatto confirmou que o prefeito afastado chegava no momento em que ele saía para outra agenda.

- Eu não sei sobre o que conversaram. Quando ele chegou eu saía para cumprir outra agenda - resumiu.

André Pacheco não fala com a imprensa.

  

Últimas

Cadeira de prefeito
O pedaço de papel que valeu uma Prefeitura: ’É verdade esse bilete’; Evandro não desistiu e inicia contragolpe
Exclusivo | com vídeo
A feira livre, Beirute, a Prefeitura e a cloroquina: Nadim Harfouche, o libanês que assume Viamão, fala sobre passado, presente e futuro
Briga pela cadeira de prefeito
Justiça nega mandado de segurança contra eleição da nova mesa diretora da Câmara. Nadim segue prefeito
Primeiro dia de trabalho
Prefeito Nadim: ’Sobre CCs, correções estão sendo feitas, mas nada em lote; Sobre o funcionalismo, existe uma questão legal que precisa ser chancelada pelo Judiciário’
Cadeira de prefeito
Acordão político coloca Nadim Harfouche na Prefeitura e Eraldo Roggia na presidência da Câmara
Operação Capital
Os motivos que levaram o MP a pedir a manutenção do afastamento de André Pacheco
Cadeira de prefeito
’Pré-sal’ da política viamonense tem mais um capítulo decisivo nesta quinta-feira; O gabinete está prestes a receber o terceiro prefeito em sete dias
Operação Capital
Ministério Público pede prorrogação do afastamento de André Pacheco por mais 120 dias
Já pode pedir música!
Mesa da Câmara é destituída, e caminho para a vaga de prefeito liberado
Gestão
Terceiro dia do prefeito em exercício tem ordem para pagar reajuste ao funcionalismo, vídeo em alagamentos, chamamento de concursados e exoneração da irmã secretária
Política
Os bastidores do domingo em que Evandro Rodrigues sentou na cadeira de prefeito de Viamão
Crise do coronavírus
Prefeitura tem nova reunião para discutir ampliação de leitos para pacientes com COVID-19 no município

Cristiano Abreu

Redação, sugestão de pautas e redes sociais
51 9 9962 3023
[email protected]

Rafael Martinelli

Editor
[email protected]

Roberto Gomes

Diretor
[email protected]

Ao reproduzir uma de nossas matérias, é ético citar a fonte.
As opiniões assinadas são de responsabilidade de seus autores e não representam a posição do jornal.
Desenvolvido por i3Web.
2016 - Todos os direitos reservados.

Rua Osvaldo Aranha, 43 - Sala 5 - 94410-630 - Centro - Viamão - RS