Quarta-feira, 27 de JANEIRO de 2021

Publicidade

Publicidade

Publicidade

Facebook

Já pode pedir música!

Mesa da Câmara é destituída, e caminho para a vaga de prefeito liberado

por Cristiano Abreu | Publicada em 30/07/2020 às 00h| Atualizada em 03/08/2020 às 10h45

Os vereadores Adão Pretto, André Gutierres, Armando Azambuja, Dieguinho, Eraldo Roggia, Fabrício Ollermann, Francinei Bonatto, Guto Lopes, Maninho Fauri, Nadim Harfouche, Rodrigo Pox, Tiquino e Victor Braga aprovaram em sessão extraordinária nesta tarde (30) a destituição da mesa diretora da Câmara. A votação, que teve Edi Bagé, Joãozinho da Saúde, Lucianinho, Marcio Katofa e Maria Rita contrários, Igor Bernardes pela abstenção, Jessé Sangalli e Xandão Gomes ausentes, abre caminho para a eleição de um novo presidente para o Legislativo e, por consequência, um novo prefeito em exercício.

Com a terceira posse em pouco mais uma semana se configurando, Viamão já pode pedir música.

Não foi um encontro espetaculoso como o de ontem. Com tudo acertado, nada de discursos inflamados ou defendendo a urgência pela salvação administrativa da cidade. Foi uma reunião parlamentar com roteiro combinado. Eram 11 encabeçando o acordo que contou o apoio de mais dois. Aos cinco remanescentes - quatro do PSB e um do MDB - coube apenas fazer a defesa de Dilamar Jesus, presidente licenciado, na Tribuna.

- Como votar favorável (pela destituição da mesa) indo contra um atestado médico? Votaram contra um vereador que não teve como se defender - apontou Maria Rita.

Vereadores como André Gutierres e Francinei Bonatto usaram o microfone para cumprimentar os colegas pelo resultado e justificar a necessidade da medida extrema.

- Fizemos isso pela cidade - resumiu Francinei.

 

Prefeitura

 

Evandro deve ficar no cargo até sábado. É que depois da sessão, os 11 que articularam a troca da mesa diretora reuniram-se de portas fechadas para definição dos passos seguintes. Na sessão ordinária desta tarde foram convocadas duas extraordinária para o próximo sábado (1º): às 18h, para a votação da redação final do projeto de destituição, e às 20h, para a escolha da nova mesa. Até lá, o comando é do presidente da Comissão de Constituição, Redação e Justiça Armando Azambuja.

Eis o caminho de sábado: presidente ficará com a Prefeitura, e o primeiro-vice levará a Câmara. Evandro, que já mandou representante ao Legislativo para negociar, só sairá antes do Executivo se assim desejar. 

 

LEIA TAMBÉM

Ministério Público pede prorrogação do afastamento de André Pacheco por mais 120 dias

Pré-sal da política viamonense tem mais um capítulo decisivo nesta quinta-feira; O gabinete está prestes a receber o terceiro prefeito em sete dias

Tem chumbo grosso chegando no bangue-bangue sem mocinho de Viamão

Os bastidores do domingo em que Evandro Rodrigues sentou na cadeira de prefeito de Viamão

Nadim Harfouche: Prefeito de Viamão por um dia

 

 

Cristiano Abreu

Redação, sugestão de pautas e redes sociais
51 9 9962 3023
[email protected]

Rafael Martinelli

Editor
[email protected]

Roberto Gomes

Diretor
[email protected]

Ao reproduzir uma de nossas matérias, é ético citar a fonte.
As opiniões assinadas são de responsabilidade de seus autores e não representam a posição do jornal.
Desenvolvido por i3Web.
2016 - Todos os direitos reservados.

Rua Osvaldo Aranha, 43 - Sala 5 - 94410-630 - Centro - Viamão - RS