Quinta-feira, 21 de OUTUBRO de 2021

Publicidade

Publicidade

Publicidade

Publicidade

Facebook

Política

Guto (E) e Adão, em foto oficial da campanha a prefeito em 2020 | IMAGEM: Divulgação - Arquivo DV

Guto Lopes entrega carta de desfiliação ao PDT - o ’novo’ partido já está escolhido

por Cristiano Abreu | Publicada em 15/09/2021 às 00h| Atualizada em 28/09/2021 às 11h29

Acertar previsões depois do acontecido é fácil. Mas prever o inevitável também não chega a ser nenhuma "façanha" de "modelo" para "toda Terra". Bairrismos em particular, a coluna A correnteza que pode tirar Guto Lopes do PDT - As lições de Heráclito sobre o rio pantanoso chamado política viamonense, de 23 de junho deste ano, "antecipou" o que foi consumado nesta quarta-feira (15): Guto Lopes está fora do PDT.

Hoje, poucas horas atrás, o candidato a prefeito dos trabalhistas derrotado por apenas 320 votos (o que em uma eleição ao Executivo não é praticamente nada) entregou sua carta de desfiliação ao presidente Alexandre Godoy.

Apesar dos conflitos internos - nunca admitidos publicamente - a saída foi pacífica. Republicana, como se dizia nas antigas. Todos os ritos foram cumpridos com elegância. No texto de despedida, o político agradeceu ao partido a acolhida, entende que deixou sua contribuição para a legenda e comprometeu-se a carregar valores construídos dentro do PDT.

A carta de desfiliação cita também o compromisso assumido por Guto com o amigo pessoal e vice na chapa trabalhista, o ex-vereador petista Adão Pretto. 

"Adão Pretto, então, me procurou há cerca de dois meses e me confirmou que será candidato a deputado estadual. Como tenho palavra, e me norteio pela honestidade, não vacilei: confirmei meu apoio", cita Guto no documento.

Outra vez: não há mérito na obviedade. Mesmo assim, reafirmo o que escrevi em junho deste ano: Guto volta ao PT.

Em conversa com o político nesta semana, ele - mais uma vez - deixa o cenário em aberto. Mas nos bastidores apurei que a filiação depende apenas de detalhes formais.

Antes de oferecer a íntegra da carta de Guto (o que faço logo abaixo), recorto mais um "pitaco" de junho. Nada genial, apenas dedução óbvia:

Opino:

Não brinco de palpiteiro, menos ainda gosto de fazer previsões percorrendo as águas pantanosas da política viamonense. Mas com tanta dialética motivada por conflitos entre princípios teóricos e empíricos, é meio óbvio pensar que Guto só tem dois caminhos: PSB ou PT. Arrisco cravar o segundo, dada a relação dele com o ex-vereador petista (e candidato a vice na chapa municipal) Adão Pretto.

 

Agora sim, a carta:

 

''

 

Viamão, 15 de setembro de 2021

Sr. Presidente,

Ao cumprimentá-lo, quero expressar alguns sentimentos: Vivemos no último período, em nossa cidade, momentos de muita felicidade política e partidária. Apesar de não termos tido uma vitória nas urnas, mostramos que é possível praticar uma nova forma de fazer política com honestidade, parceria e unidade. Juntos, construímos um Movimento que espalhou a mensagem da Esperança que nosso povo tanto precisa. Apesar da destruição e do caos social imposto por Bolsonaro, Eduardo Leite e replicado por Bonatto, mostramos que nossa cidade tem políticos diferentes e partidos fortes que podem devolver o poder ao povo. O PDT foi fundamental e liderou esse processo. O partido cresceu, dobrou sua bancada na Câmara, seus movimentos internos se organizaram, construímos uma nominata forte e atraímos muita gente boa e com vontade de fortalecer o trabalhismo de Tapir e Brizola na cidade. 

Desde do dia que decidi me filiar ao PDT, fui muito bem recebido por todos. As direções municipal, estadual e nacional foram sempre muito solidárias e parceiras na construção e na adoção da ideia do Movimento Esperança Viamão. E, tenho só boas lembranças, referências e muita gratidão a isso. Em especial, sua atuação, Presidente Godoy, foi impecável, demonstrando todo seu comprometimento com a construção partidária e com um projeto trabalhista e popular para a cidade. 

Tratando agora de minhas posições pessoais, tenho me pautado pelos valores da ética e da honestidade, que aprendi desde criança e que são pilares que forjaram a minha trajetória. Desde muito antes do processo eleitoral de 2020, por acreditar que o meu amigo Adão Pretto Filho é o único político de nossa cidade que reúne viabilidade eleitoral (pois tem capilaridade de votos para além de Viamão) para ocupar uma cadeira na Assembleia Legislativa, me comprometi a ajudá-lo nessa caminhada. Retomar essa cadeira que até hoje só foi ocupada pelo gigantesco Tapir Rocha, é um sonho perseguido por nós, viamonenses, há muito tempo. Adão Pretto, então, me procurou há cerca de dois meses e me confirmou que será candidato a deputado estadual. Como tenho palavra, e me norteio pela honestidade, não vacilei: confirmei meu apoio.

Outro valor, já citado acima, que tem me balizado é a ética. E tenho pensado, avaliado muito nestes últimos dias. Como para mim as decisões nunca podem ser individuais, consultei um coletivo de pessoas com quem debato e construo política há bastante tempo. Ainda faltou ouvir muita gente. Mas, me parece, nos parece, que não é ético defender um candidato e projeto de uma agremiação partidária estando filiado em outra. 

Portanto, meu amigo Presidente Alexandre Godoy, meus irmãos e companheiros do PDT, solicito minha desfiliação. Isso não quer dizer que deixarei de ser trabalhista ou deixarei de defender o legado de Leonel Brizola e Tapir Rocha, serei sempre um companheiro de linha de frente nessa defesa. Assim como estaremos juntos em muitos outros momentos, eleitorais ou não. Pois o que construímos juntos, unidos, é muito mais forte, é um projeto de futuro para Viamão. Saibam todos que sou muito grato ao PDT, aos seus membros, dirigentes, filiados companheiros e companheiras trabalhistas. 

Obrigado PDT, vamos em frente, vamos às lutas. Contem sempre comigo.

Abraço solidário, trabalhista e forte em todos e todas!

Guto Lopes

 

''

Cristiano Abreu

Redação, sugestão de pautas e redes sociais
51 9 9962 3023
[email protected]

Rafael Martinelli

Editor
[email protected]

Roberto Gomes

Diretor
[email protected]

Ao reproduzir uma de nossas matérias, é ético citar a fonte.
As opiniões assinadas são de responsabilidade de seus autores e não representam a posição do jornal.
Desenvolvido por i3Web.
2016 - Todos os direitos reservados.

Rua Osvaldo Aranha, 43 - Sala 5 - 94410-630 - Centro - Viamão - RS