Quarta-feira, 08 de DEZEMBRO de 2021

Publicidade

Publicidade

Publicidade

Facebook

Cidade

Com base podre, poste fica escorado por casa | IMAGEM: Ulisses Carvalho | Especial | Arquivo DV

CEEE promete mutirão para remover fios irregulares na rede elétrica em Viamão - a terceirização da terceirização do serviço

por Redação | Publicada em 14/10/2021 às 00h| Atualizada em 28/10/2021 às 12h53

A Equatorial, empresa que ganhou de barbada a Companhia Estadual de Energia Elétrica (CEEE), promete mutirão para a remoção de fios irregulares instalados nos postes quem compõem a rede em Viamão.

De acordo com notícia do Jornal do Almoço e de GZH desta quinta-feira (14), a nova gestora prepara cronograma, e as vias mais importantes serão priorizadas. O trabalho será dividido por etapas, que vão da avaliação técnica, identificação das empresas responsáveis pelas instalações, na maioria de telefonia, e período para regularização.

Ainda de acordo com JA, caso as companhias telefônicas não atendam os pedidos, os fios serão retirados pela CEEE.

Conforme o superintendente da CEEE Equatorial, Júlio Hofer, os clientes serão notificados quando o mutirão estiver ocorrendo.

- Antes de começarmos a retirar os fios que não estiverem dentro do regramento, vamos notificar nossos clientes. Muitas pessoas não fazem ideia se a sua companhia telefônica ou de outro serviço cumpre as determinações - ressaltou em resposta ao veículo da RBS.

Daqui sigo eu:

Já que tenho o hábito de reclamar, vou exercer tal liberdade constitucional neste tema também. Vendo a empresa que assumiu parte do patrimônio gaúcho por menos do que se paga por um Corolla usado (em torno de R$ 100 mil) mostra que sabe fazer barulho, mas tal chiadeira parece antiácido caindo no copo de água.

A mídia estadual está encantada com a "limpeza visual" que tal ação - que ainda não passa de promessa - pode render. Acontece que em Viamão, antes de olhar para os fios, é necessário ver se tem poste embaixo deles. E quando for olhar para cima, que seja pensando em investir na qualidade dos fios que são de responsabilidade dela.

Cobrar trabalho das cerca de 60 empresas de telefonia que alugam seus postes parece um "bode na sala", um recado para que tais contratos sejam revistos. Ou seja, não passa de interesse econômico. Me apresentem uma ação de investimento na qualidade do serviço em Viamão que mudo de ideia.

Mexer nos fios de telefone sem antes trocar os postes é o mesmo que atacar COVID-19 com o placebo da cloroquina. Não sou eu quem digo, nos dois casos é a ciência; Com a medicina e a lei da gravidade. Capaz ainda serem tais redes que segurem no lugar as linhas de energia sucateadas que alimentam Viamão (quando o vento deixa). 

Cristiano Abreu

Redação, sugestão de pautas e redes sociais
51 9 9962 3023
[email protected]

Rafael Martinelli

Editor
[email protected]

Roberto Gomes

Diretor
[email protected]

Ao reproduzir uma de nossas matérias, é ético citar a fonte.
As opiniões assinadas são de responsabilidade de seus autores e não representam a posição do jornal.
Desenvolvido por i3Web.
2016 - Todos os direitos reservados.

Rua Osvaldo Aranha, 43 - Sala 5 - 94410-630 - Centro - Viamão - RS