Sabado, 10 de ABRIL de 2021

Publicidade

Publicidade

Publicidade

Facebook

Crônica

Ana D`Avila | Um diário em nossas vidas

Publicada em 06/04/2021 às 00h| Atualizada em 06/04/2021 às 18h04

O que me assemelha com a Magali Moraes é nossa sina de escrever. A conheci ao folhear um jornal. Me deparei com um belo texto dela sobre a chuva. Depois, escrevi um e-mail para ela. A parabenizei por tamanha sensibilidade. Ela me respondeu. Dois passos adiante, a adicionei no Instargram. Não paro mais de curtir sua maneira profissional e sensível de colocar textos à apreciação dos leitores.

Constato que as pessoas hoje em dia não são como a Magali. Ela gosta da natureza. Sente a chuva. Se energiza com a beleza ao seu redor. Quer coisa mais linda do que sentir a chuva no corpo? Escutar pássaros cantando? Ou sobrevoando a praia, num compasso triangular e mágico. Um apelo: olhem mais para o céu. Ele esconde segredos. E, é lindo.

Dias atrás, havia ressaca no mar. A espuma branca das ondas serpenteava a praia. Pássaros bailavam  felizes sobre a maré. No céu, nuvens formavam desenhos cuja interpretação dependia de cada um, mas que no fundo é uma obra de arte. Na terra como no mar existe um esplendor pouco analisado e sentido pela humanidade hodierna, ligada no celular a na tecnologia.

Observe as estações e veja toda a beleza escondida em cada uma. E existem pássaros migratórios. Sim, eles também gostam de viajar. A terra, ,com suas florestas é uma obra celestial. As árvores nos fazem bem. Nos dão sombra, beleza, alimento e purificam o ar que respiramos. Sem elas, o ar seria impuro. Plantemos mais e nunca esqueçamos delas. Seu trabalho no conjunto da natureza é necessário para o meio-ambiente, hoje tão degradado, tão esquecido pela estupidez humana.

E as flores, e as borboletas? Nossa, um capítulo à parte. Na primavera, este dueto torna nossas vidas mais belas.

Mas voltando à Magali, ela escreve no Diário Gaúcho. E eu, como todos sabem, no Diário de Viamão. Nossas vidas estão atreladas pela escrita em dois diários. Que nunca falte espaço para os nossos textos. Que Deus nos permita observar mais e contar para nossos leitores hitórias de beleza. Como as que já estão em nossos arquivos literários: chuva, mar, abelhas, borboletas, rios, lagos, luas, nuvens, estrelas e sóis.

Nosso Planeta está precisando de um olhar mais sensível para tudo ao nosso redor. Olhe para o céu à noite. Descubra luas imensas. Energias desconhecidas e que só nos fazem bem. Acompanhe o sol, que incansavelmente nos visita, e sinta seu calor para com todos os seres vivos. Em cores e energias.

O dia em que a maioria dos habitantes do Planeta Terra olharem com mais doçura para a Natureza sentirão sua importância e a respeitarão mais.

Últimas Ana D`Avila

Cristiano Abreu

Redação, sugestão de pautas e redes sociais
51 9 9962 3023
[email protected]

Rafael Martinelli

Editor
[email protected]

Roberto Gomes

Diretor
[email protected]

Ao reproduzir uma de nossas matérias, é ético citar a fonte.
As opiniões assinadas são de responsabilidade de seus autores e não representam a posição do jornal.
Desenvolvido por i3Web.
2016 - Todos os direitos reservados.

Rua Osvaldo Aranha, 43 - Sala 5 - 94410-630 - Centro - Viamão - RS