Quarta-feira, 03 de JUNHO de 2020

Publicidade

Publicidade

Publicidade

Facebook

3º Neurônio | música

O adeus da rainha do soul

Publicada em 16/08/2018 às 16h32| Atualizada em 20/08/2018 às 14h39

Morreu a cantora e compositora Aretha Franklin, considerada a rainha do Soul, aos 76 anos.

 

 

Aretha Louise Franklin nasceu em Memphis, em 25 de março de 1942. Considerada a maior cantora de todos os tempos pela revista Rolling Stones, e foi a primeira mulher a ser incluída no Rock & Roll Hall of Fame, em 1987.

Aretha perdeu a mãe antes de completar 10 anos. Nesta mesma época começou a se apresentar profissionalmente, sendo gerenciada por seu pai. Ela deu a luz ao seu primeiro filho aos 12 anos de idade

Aos 20 anos venceu seu primeiro premio Grammy, recebendo outros 19 ao longo de sua carreira. Seus maiores sucessos estão as canções RespectI Knew You Were Waiting (For Me)Think, I Say a Little PrayerUntil You Come Back to MeChain of FoolsSweet, Sweet BabySince You've Been GoneCall MeAin't n Way, Don't Play That Song (for me)Freeway of Love, entre outros.

No cinema, emplacou diversas músicas em trilhas sonoras de diversos filmes. Ela chegou a atuar em Os Irmãos Cara de Pau (The Blues Brothers, 1980) e repetiu o papel na sequência Os Irmãos Cara de Pau 2000 (Blues Brothers 2000, 1998). Também participou de diversos documentários.

 

 

Em 2010 Aretha foi diagnosticada com câncer, e passou a diminuir suas aparições públicas. Seu ultimo show foi em um evento beneficente em novembro de 2017, onde ela se apresentou já demonstrando sinais de abatimento físico.

Em fevereiro de 2018 a cantora anunciou sua aposentadoria definitiva, para poder cuidar de sua saúde. Aretha faleceu em sua casa, 16 de agosto de 2018.

 

 

 
Diário de Viamão - O Grupo
Grupo do Facebook · 2.171 membros
Participar do grupo
Grupo apartidário dedicado à divulgação de notícias, opiniões, serviços, brikão e tudo o que você quiser compartilhar sobre Viamão e região.
 


Últimas 3º Neurônio

3º Neurônio | opinião
O nojo
3º Neurônio | comportamento
O luto pela velha normalidade: como superar o fato de que nossos projetos desapareceram
3º Neurônio | saúde
Médica fala sobre a ’hora da morte’: As pessoas morrem sozinhas; Sozinhas, sozinhas, sozinhas
3º Neurônio
Por que o bolsonarismo-raiz engendrado nos gabinetes do ódio não terá futuro no Brasil?
3º Neurônio | opinião
Bolsonaro fica nu ao se despir das três bandeiras que o levaram ao poder
3º Neurônio | Humor
Bugigangas pandêmicas
3º Neurônio | Saúde
Fazer exercícios físicos ao ar livre em meio à pandemia é seguro? Os riscos e cuidados necessários
3º Neurônio | Questões de quarentena
Bolsonaro cita CLT e sugere indenização a empregadores; advogados dizem que não é bem assim
3º Neurônio | opinião
O vírus somos nós (ou uma parte de nós)
3º Neurônio | comportamento
Conselhos dos esquimós contra o pessimismo
3º Neurônio | ciência
Estudo genético mostra por que vírus da covid-19 não foi feito em laboratório
3º Neurônio | arte
Explicando, série da Netflix, previu a pandemia do coronavírus
Opinião
Geometria de uma pandemia do coronavírus
Opinião
Ronaldinho Gaúcho e o irmão acreditaram que o Paraguai era terra de ninguém?
Humor
Informalizar é viver
Opinião
Zé do Caixão, um monstro na periferia do capitalismo
3º Neurônio | opinião
Primárias Democratas, disputa política e luta social no coração do império
3º Neurônio | comportamento
Um chefe estúpido pode ser pior para o coração que o colesterol
3º Neurônio | humor
Aliteração da Alteração
3° neurônio
Suicídio: Solução permanente para um problema temporário

Cristiano Abreu

Redação, sugestão de pautas e redes sociais
51 9 9962 3023
cristiano@grupocg.com.br

Rafael Martinelli

Editor
rafael@grupocg.com.br

Roberto Gomes

Diretor
roberto@grupocg.com.br

Ao reproduzir uma de nossas matérias, é ético citar a fonte.
As opiniões assinadas são de responsabilidade de seus autores e não representam a posição do jornal.
Desenvolvido por i3Web.
2016 - Todos os direitos reservados.

Rua Osvaldo Aranha, 43 - Sala 5 - 94410-630 - Centro - Viamão - RS