Segunda, 28 de SETEMBRO de 2020

Publicidade

Publicidade

Publicidade

Facebook

Crônica

Coluna do Gustavo | Manual do bem viver: a amizade

Publicada em 31/07/2020 às 00h

Um grande amigo meu comentou que um dia vai escrever o livro que mudará o mundo. Para popularizar a obra, ele abordaria assuntos com os quais todas as pessoas poderiam se relacionar, as atingindo de maneira a abalar sua percepção sobre diversas questões e situações. Tudo isso com o objetivo de ajudá-las a viver melhor. A intenção é transmitir conhecimento sobre a vida, porque, segundo ele, se melhorarmos a vida das pessoas, a princípio, o mundo inteiro melhora.

Percebemos que não seria possível um livro apenas alterar a compreensão de assuntos suficientes a ponto do planeta inteiro sofrer sua influência. Ficou decidido então que seria uma coletânea, uma antologia, uma saga. Diversos livros sobre os mais variados aspectos da nossa humanidade, cujos tópicos seriam divididos em tomos. Questões como Família, Trabalho, Finanças, Sexo, Lazer, etc., seriam cada uma abordadas em volumes específicos. Completa, a coleção seria um manual de como enfrentar problemas, desfrutar de bençãos e escolher os melhores caminhos para viver bem.

Meu amigo comentou sobre a forma que passaria os ensinamentos. Ao invés de longos monólogos apenas expondo seu ponto de vista e causando sono nos leitores, usaria analogias para relacionar o tema escolhido com algo comum experienciado por todos, fazendo uma relação entre o que já sabemos, com o que ele quer ensinar. Em outros casos, quando fizesse mais sentido assim, exporia sua ideia por meio de estórias. Algum relato que mostrasse as vantagens daquele entendimento.

Um dos volumes, certamente, seria reservado para tratar de uma questão fundamental na nossa vida: a amizade. Comentou sobre a existência de dois tipos de amizade. Ambas essenciais para nossa vida, mas, por motivos diferentes. Para este tema não seria utilizada analogia, porque todos temos e sabemos o que é ter amigos, então uma estória seria usada para contar a diferença entre o que ele intitulou de amizade pura e amizade verdadeira. Me disse que ainda está elaborando a estrutura e melhorando alguns detalhes, mas que o resumo seria mais ou menos assim:

Ele e mais quatro amigos queriam largar seus empregos para abrir um negócio próprio. Começaram a se reunir para planejar e executar ações em prol da nova atividade. Com dois dos amigos, a iniciativa deu muito certo. Tarefas eram delegadas e cumpridas, prazos eram estabelecidos e respeitados e o empreendimento começou a tomar forma. Contudo, com os outros dois, as reuniões se tornaram quase um grupo de autoajuda, onde só eram trocadas desculpas sobre a falta de tempo e o cansaço pelo trabalho atual.

Superados alguns estresses, com os amigos produtivos abriu a empresa, mas dos outros dois se afastou. Por falta de nome melhor, chamou a amizade que tem com os agora sócios de verdadeira, por ser aquela com objetivo. É difícil ser amigo quando se quer construir algo e as crises colocam a amizade à prova. Pelo fato deles terem superado as adversidades juntos e continuado amigos, foram classificados como verdadeiros.

Mas, apesar de ter amigos verdadeiros em sua vida, ele sentiu falta dos outros dois e se reaproximaram. Também por falta de nome melhor, chamou essa amizade de pura, onde não há qualquer interesse além de estar junto aproveitando bons momentos. É uma relação sustentada pela afinidade. Voltou a conviver com eles apenas para desfrutarem de algum passatempo que os interessa. Assistem à partidas de futebol e bebem cerveja e fazem churrascos. Atividades muito prazeirosas de sua vida.

Perguntei qual seria o desfecho desse conto e ele me explicou que o objetivo é deixar claro o quão importante é reconhecermos qual amigo é qual, aceitando que eles podem alternar de status dependendo da situação. Devemos cultivar a amizade de cada um da melhor forma, não esperando dos amigos puros algo encontrado somente nos de verdade. E também não os desprezando, pois ambos são essenciais. Ou seja, tenha amigos e valorize-os. Essa é uma lição do manual do bem viver. Não sei se a ambição dele de mudar o mundo vai se concretizar, mas eu concordo.

Últimas Gustavo Guedes

Paginas: [1] 2 3 Próxima »

Cristiano Abreu

Redação, sugestão de pautas e redes sociais
51 9 9962 3023
[email protected]

Rafael Martinelli

Editor
[email protected]

Roberto Gomes

Diretor
[email protected]

Ao reproduzir uma de nossas matérias, é ético citar a fonte.
As opiniões assinadas são de responsabilidade de seus autores e não representam a posição do jornal.
Desenvolvido por i3Web.
2016 - Todos os direitos reservados.

Rua Osvaldo Aranha, 43 - Sala 5 - 94410-630 - Centro - Viamão - RS