Sabado, 30 de MAIO de 2020

Publicidade

Publicidade

Publicidade

Facebook

Revés

No fim de semana, Jessé fez divulgação política de seu nome em Porto Alegre | Imagem: Reprodução / Arquivo Pessoal

Vereador Jessé sofre derrota e pode ficar ’nem lá, nem do lado de cá’ da Ipiranga

Publicada em 22/05/2020 às 00h| Atualizada em 29/05/2020 às 11h42

Saiu a sentença - e não é boa para Jessé Sangali. A Justiça acatou pedido do Ministério Público Eleitoral e negou registro de domicílio do vereador em Porto Alegre. Ainda cabe recurso no Tribunal Regional Eleitoral (TRE), mas a derrota abre questões legais que podem também reverter a flilação partidária na Capital. 

Ou seja, o futuro do político é mais do que incerto neste momento. 

A decisão do juiz da 1ª Zona Eleitoral Mauro Caum Gonçalves, publicada nesta sexta-feira (22), cita que considera por domicílio "onde se estabelece com laços de permanência", e que não há justificativa para a transferência do registro eleitoral. 

Eis o principal trecho da decisão:

"No caso, o requerido não nega que tenha seu centro de interesses em Viamão e que pretende transferência para Porto Alegre a fim de viabilizar um projeto POLÍTICO de eleição. Não se trata, como se vê, de um mero cidadão que teve alterada sua vida. ORA, se reside e tem seu principal centro de interesses em Viamão, não há justificativa plausível em querer transferir seu domicílio eleitoral, eis que radicado lá.

DITO ISSO, indefiro o pedido de transferência do eleitor.​"

Em Viamão, o vereador está sem partido. Como parte da decisão de concorrer na Capital, filiou-se ao Cidanania, mas sem domicílio na cidade, a participação na agremiação partidária poderá ser questionada. Caso perca a ficha em Porto Alegre, não há mais prazo legal para uma filiação em Viamão com objetivo de disputar uma nova cadeira na Câmara local, portanto, como a coluna antecipou no artigo: O que passa na cabeça do Jessé e dos adversários? A queda de braço vai longe, Sangali pode ficar olhando as eleições passando sem participar, seja do lado de cá ou de lá da Ipiranga.

Imagem: Reproução site Justiça Eleitoral

 

Procurado pelo Diário de Viamão, o vereador afirmou por escrito que a sentença do Juiz eleitoral "reflete posição pessoal do procurador do MP - que tem entendimento diferente do TSE-" e que responde ao DV "apenas por consideração ao meio de comunicação", pois prefere "aguardar uma decisão definitiva nas instâncias superiores".

Segue na íntegra:

"A sentença reflete uma posição pessoal do Procurador do MP, que tem um entendimento diferente do TSE. A tendência é as decisões nesses casos se adequem à jurisprudência do TSE e do próprio TRE nas instâncias superiores. Entretanto é comum juízes decidirem com base na opinião do MP, como é o caso, mesmo quando esse entendimento não encontra respaldo na lei. É por isso existem as instâncias de recurso superiores.

Toda a Lei e a jurisprudência nacional, já estabelecida, concordam com o nosso argumento. Existem até consultas feitas ao TSE onde ele se manifestou favoravelmente a casos iguais ao nosso. 

Estamos encarando esse processo como algo normal. O Promotor tem opiniões políticas fortes, e fez questão de as ressaltar - tanto que em momento algum utilizou fundamentos legais ou jurisprudenciais. Pelo contrário, o MP ressaltou expressamente não ter nenhuma ilegalidade ocorrendo, apenas disse que a opinião dele é que não deveria poder haver o trânsito solicitado, mas é uma avaliação bem pessoal e própria. 

A tendência é um julgamento mais técnico no TRE, mais apegado à Lei e, principalmente, à jurisprudência, que é unânime.

Respondo aos questionamentos do DV, apenas por consideração ao meio de comunicação. Por vontade pessoal, eu aguardaria uma decisão definitiva nas instâncias superiores. Mas como o DV tem cobrido essa situação há algum tempo, achei adequado responder as suas perguntas. 

Agradeço, enfim, a oportunidade. 
Jessé Sangalli"

 

 

LEIA TAMBÉM

Só golpeachment cassa Jessé na Câmara de Viamão; o ’campeão do ego’

 Sobe para 38 o número de casos de COVID-19 em Viamão

Para evitar surto da COVID-19, Prefeitura afasta 46 servidores após caso positivo na Administração

Justiça nega retorno de André Pacheco à Prefeitura

Últimas Cristiano Abreu

Novela de mau gosto
Reposição salarial do funcionalismo volta para a Câmara; Além de parcelado, dinheiro será menor
Caos na Saúde
Os problemas nos contratos das terceirizadas vão muito além do filé mignon e do Uber pagos com dinheiro do contribuinte
Caos na Saúde
Prefeitura renova contrato com empresa que faz a gestão dos postos de saúde
Crise da Saúde
Empresa que faz gestão da UPA cobra da Prefeitura três meses de pagamentos em atraso; O caos das terceirizadas
CRISE DO CORONAVÍRUS
Um fim de semana para ninguém esquecer: A COVID-19 leva mais duas vidas em Viamão
Crise do coronavírus
A médica Letícia Ikeda estava certa: a Páscoa chegou, e o Dia das Mães está a caminho
Revés
Vereador Jessé sofre derrota e pode ficar ’nem lá, nem do lado de cá’ da Ipiranga
Crise da Saúde
Sem receber salários, médicos paralisam atividades em postos de Saúde
Crise do coronavírus
Para evitar surto da COVID-19, Prefeitura afasta 46 servidores após caso positivo na Administração
Crise do coronavírus
Na Câmara, Secretário da Saúde repete falas de Bolsonaro
Explicaram!
Lei sancionada com erro por Russinho está corrigida
Crise do coronavírus
Ministério Público determina que Prefeitura corrija decretos que tratam da pandemia
Crise do Coronavírus
Quando símbolos tentam mascarar ações: Se vivo, como agiria Tapir Rocha durante a pandemia?
Quem explica?
Câmara aprova uma lei, Russinho sanciona outra: O que há por trás da reposição salarial dos servidores
Cai ou não cai?
O que passa na cabeça do Jessé e dos adversários? A queda de braço vai longe
Crise do coronavírus
Vereadores de Viamão pedem a distribuição de kits alimentação a todos os estudantes da rede pública estadual
Crise da Saúde
Prefeitura chama profissionais da Saúde aprovados em concurso público
Política
Justiça nega retorno de André Pacheco à Prefeitura
Crise do coronavírus
Médica responsável pelo comitê de enfrentamento ao coronavírus entrega posto a Russinho
Crise na Saúde
Novos veículos amenizam parte dos problemas do Samu, mas condições de trabalho das equipes são precárias
Paginas: [1] 2 3 Próxima »

Cristiano Abreu

Redação, sugestão de pautas e redes sociais
51 9 9962 3023
cristiano@grupocg.com.br

Rafael Martinelli

Editor
rafael@grupocg.com.br

Roberto Gomes

Diretor
roberto@grupocg.com.br

Ao reproduzir uma de nossas matérias, é ético citar a fonte.
As opiniões assinadas são de responsabilidade de seus autores e não representam a posição do jornal.
Desenvolvido por i3Web.
2016 - Todos os direitos reservados.

Rua Osvaldo Aranha, 43 - Sala 5 - 94410-630 - Centro - Viamão - RS