Terça-feira, 20 de OUTUBRO de 2020

Publicidade

Publicidade

Publicidade

Facebook

Crise do coronavírus

Viamão não terá hospital de campanha; Aumento de casos torna busca por solução urgente

Publicada em 21/07/2020 às 00h| Atualizada em 30/07/2020 às 09h30

Quando o secretário Glazileu Aragonês esteve na Câmara, em maio, ele afirmou que o protocolo de prevenção e combate ao coronavírus de Viamão previa a instalação de um hospital de campanha. Na ocasião, o diretor do Departamento de Vigilância em Saúde Clayton Ferreira estava junto e deu até indicação de local para a montagem da estrutura: ao lado da Secretaria da Saúde, na parada 44. 

Foram falas pontuais, embora tenha ficado muito claro que os dois gestores da Saúde local não viam necessidade de tal serviço por aqui. Vale relembrar o próprio Aragonês dizendo que "70% da população terá infecção pela COVID-19". 

Tudo em uma única noite.

Passados 60 dias, o Hospital Viamão (HV) informou que está superlotado e, para evitar o colapso, pediu ao Estado, no sábado (19), para não receber novos pacientes. Nesta terça-feira (21), após 63 dias, chegou a hora de colocar o prometido hospital de campanha para funcionar. Porém o andar da carruagem indica que a solução será outra.

Nesta tarde foi realizada mais uma reunião entre a Prefeitura e a direção do HV para discutir a habilitação de leitos complementares na própria casa de saúde. A comunicação social da Administração, que admitiu a negociação, não forneceu detalhes do encontro até o início desta noite. Fontes da Secretaria da Saúde dão conta de que a negociação está sendo realizada sem a participação do secretário Glazileu Aragonês, em isolamento domicilar desde a semana passada, após realizar teste para identificar infecção pelo corona (o resultado, oficialmente, ainda não saiu).  

A coluna ouviu o diretor técnico do HV, João Almir Camargo Jorge. Conforme ele revela, as conversas envolvem a compra de 20 leitos. A exemplo do que foi feito recentemente na Santa Casa da Capital, a ala pediátrica do hospital local seria adaptada para receber novos pacientes adultos.

- Estamos conversando com Conselho Municipal de Saúde, Estado e Prefeitura. Essa (compra de leitos) é uma alternativa mais rápida do que construir um hospital de campanha, que demoraria mais tempo para começar a atender - resumiu João Almir.

De acordo com o diretor, o objetivo é criar vagas de enfermaria. O custo estimado é de R$ 900/dia por paciente. Cabe destacar que um hospital de campanha conta também com vagas de UTI, portanto com mais recursos do que a proposta em andamento. E que um leito de Terapia Intensiva tem diária de R$ 1,8 mil por interno.

- A conversa com o município, no sentido de aumentar os leitos de enfermaria COVID-19 evoluiu bem.
Me parece que se concretiza em, no máximo, 48 horas - revela.

 

Quem pagará a conta?

 

Não temos 70% da população contaminada, felizmente. Bastaram 526 - a maior parte atendida em Porto Alegre - para nosso sistema de Saúde beirar o caos. Com Russinho entre os internados de UTI e com Aragonês à margem da discussão, fica difícil achar a resposta para essa falha de planejamento. Em maio, nem tão distante assim, declararam que o hospital de campanha estava nos planos futuros, Mas será que ninguém previu que seria necessário um mês ao menos para colocar a estrutura em pé?

Em resumo, quatro meses após a confirmação do primeiro caso oficial de COVID-19, Viamão está atrasada, assim como as notificações de casos. Agora, o valor de cada leito é o de menos.

Desde que o preço não seja mais vidas perdidas.

 

Em números:

 

UTI COVID-19 (100% ocupação):

- 10 pacientes, sendo sete em ventiladores mecânicos;

- 3 em máscara de hudson;

 

UTI Geral Adulta (100% ocupação):

- 15 pacientes (100%), 11 deles em ventilação mecânica;  

 

Sala Vermelha:

- 4 casos instáveis, sendo 3 aguardando vaga em UTI Geral

 

Sala de medicação:

- 2 pacientes adultos aguardando leito de Enfermaria geral;

 

Sala de observação:

- 16 adultos em observação clínica, aguardando exames complementares;

 

Emergência:

- Poucas macas disponíveis. 

 

LEIA TAMBÉM

Rumo ao lockdown: Hospital Viamão está superlotado; Não há nem macas sobrando

Prefeito Russinho não tem previsão de alta: ’A instabilidade respiratória é muito grande, ele precisa de muito oxigênio’, diz diretor do hospital

Defesa Civil envia alertas sobre a COVID-19 por mensagens de texto (SMS) a usuários cadastrados

Prefeitura de Viamão confirma dois novos óbitos por COVID: São, agora 42 vidas perdidas; Total de infectados vai a 459

A saúde de Russinho coloca cenário político de Viamão à prova; A cadeira que ninguém quer em ano eleitoral​

Últimas Cristiano Abreu

Eleições 2020
Eleições 2020 | Confira, em detalhes, os bens declarados e a evolução patrimonial dos candidatos a prefeito e vice de Viamão
Bastidores
Não vai nem com oração: a ’política marrom’ tranca a pauta de votações da Câmara
Eleições 2020
Ataques, promessas, Deus e patriotismo: Os melhores lances do debate para a Prefeitura de Viamão que você não viu
Política
Sessão da Câmara tem acusações veladas e explícitas: o UFC eleitoral Viamão
Política
Câmara volta a lembrar da Saúde e ’empurra’ Sérgio Ângelo para depois em dia de bate-boca entre vereadores; O bode na sala - parte II
Operação Pegadas
Mesmo preso, vereador Sérgio Ângelo recebe salário integral em setembro; Os tigres de papel da Câmara
Operação Pegadas
Vereador Sérgio Ângelo completa uma semana preso, mas segue no cargo; A Câmara conseguiu o ’bode na sala’ para retardar o afastamento
Eleições 2020
Candidatos definidos: as últimas melancias acomodadas na disputa pela Prefeitura de Viamão
Desdobramentos
Operação Pegadas: a política de Viamão pisa em ovos
279 anos
Aniversário de Viamão: o amor pela cidade não pode ter dono ou ser ideologizado
Coluna do Brasil
Claudio Brasil | Quanto ao filme “2020”...  emoções fortes aguardam nos próximos capítulos
Eleições 2020
Convenções partidárias entram na reta final; Conheça os nomes definidos e as articulações para a disputa pela cadeira de prefeito
Política
Em coletiva, Valdir Bonatto rebate adversários e tenta afastar dúvidas sobre sua candidatura a prefeito: ’inventaram a falácia dos R$ 17 milhões. Tenho minhas contas aprovadas pelo TCE’
Crise do coronavírus
A volta às aulas presenciais e o empírico ’não, por enquanto’ da Prefeitura. As coisas são diferentes na política de Viamão
Operação Capital
André Pacheco perde em Brasília, e afastamento da Prefeitura está mantido; Os advogados bateram na porta errada
Política
Valdir Bonatto tenta na Justiça anular decisão sobre reprovação de contas, mas não leva, e adversários políticos partem pro ataque; A eleição esquenta
Política
Justiça aceita denúncia do Ministério Público contra André Pacheco e vereador
Crise do coronavírus
A COVID-19 está lá fora; e mesmo sem agir, as consequências não afetam a gestão de Nadim
Política
Jessé livre para voar; a vitória na Justiça Eleitoral e a renúncia inesperada: ’Triste por não poder ficar até o final’
Funcionalismo
O Nadim prefeito comete improbidade ao não pagar reposição salarial que o Nadim vereador aprovou; criador versus criatura

Cristiano Abreu

Redação, sugestão de pautas e redes sociais
51 9 9962 3023
[email protected]

Rafael Martinelli

Editor
[email protected]

Roberto Gomes

Diretor
[email protected]

Ao reproduzir uma de nossas matérias, é ético citar a fonte.
As opiniões assinadas são de responsabilidade de seus autores e não representam a posição do jornal.
Desenvolvido por i3Web.
2016 - Todos os direitos reservados.

Rua Osvaldo Aranha, 43 - Sala 5 - 94410-630 - Centro - Viamão - RS