Terça-feira, 20 de OUTUBRO de 2020

Publicidade

Publicidade

Publicidade

Facebook

Gestão

Dilamar de Jesus toma decisão sobre assumir Prefeitura; Em paralelo, vereadores fazem pressão e recebem ’visita’ de André Pacheco

Publicada em 25/07/2020 às 00h| Atualizada em 26/07/2020 às 21h28

A cadeira de prefeito de Viamão é o centro de um dos mais impressionantes cabos de guerra já criados na Câmara de Vereadores. Por duas vezes neste sábado (25), 11 dos 12 vereadores que votaram a favor de Nadim Harfouche (PSL) e Eraldo Roggia (PTB) na sessão extraordinária da quinta-feira (23) participaram de reuniões para definir posição. Eles vão subir o tom de cobrança para que Dilamar de Jesus (PSB) assuma a Administração do município ou renuncie ao mandato. Enquanto isso, o grupo que apoia o presidente licenciado costura uma saída.

A informação de momento é que Dilamar assumirá como prefeito, desde que seja liberado pelos médicos. Fontes ligadas ao vereador, que não está atendendo ligações, asseguram que há o desejo de acabar o mais breve possível com o impasse. Contudo, a decisão não será anunciada oficialmente antes da liberação do resultado do exame que realizou para detectar a COVID-19. As mesmas fontes alegam que foram feitas tentativas com o hospital em que o socialista foi atendido em Porto Alegre, com as secretarias de Saúde municipal e do Estado para antecipar a divulgação.

Até agora, nada.

Enquanto isso, Xandão Gomes (Republicanos) e Evandro Rodrigues (DEM) estão de sobreaviso. Durante a tarde, estiveram na sede da Câmara. Caso Dilamar não possa assumir, Xandão reununciará, como já comunicou publicamente nesta manhã, e Evandro é prefeito.

Foi solicitado à secretaria legislativa que antecipasse a preparação do termo de posse (também é necessária a anulação dos atos que nomearam Nadim), mas o livro em que tais atas são registradas "desapareceu". Não estaria na Câmara, nem com a secretaria de Administração da Prefeitura.

A coluna tentou falar com o secretário Orlando Gomes Júnior, que não atendeu às ligações.

 

"Grupo dos 11" dá prazo para Dilamar

 

Após dois encontros, os 11 vereadores que apoiaram Nadim fecharam questão. Dilamar tem até o fim deste domingo (26) para sentar na cadeira ou será alvo de uma comissão processante. 

- Queremos uma definição, seja qual for a opção (do Dilamar). Se até amanhã ele não assumir, na segunda-feira (27) vamos protocolar pedidos de afastamento, não apenas da presidência, mas também do mandato de vereador. E pediremos a responsabilização dele pelas mortes por COVID-19. A cidade está desde a quarta-feira sem prefeito e não vamos esperar mais - disse Guto Lopes (PDT). 

As duas reuniões foram realizadas na casa de Rodrigo Pox (PDT). Participaram: Adão Pretto (PT), André Gutierres (PP), Armando Azambuja (PSDB), Dieguinho (PSD), Eraldo Roggia (PTB), Francinei Bonatto (PSDB), Guto Lopes (PDT), Nadim Harfouche (PSL), Maninho Fauri (PSD) e Victor Braga (PTB). Ainda nesta noite, um advogado que representa o grupo ingressou com mandado de segurança solicitando que seja cumprida a decisão judicial que determina que compete a Dilamar tomar posse ou renunciar. André Gutierres, Francinei Bonatto, Maninho Fauri, Rodrigo Pox e Victor Braga são os autores.

A coluna apurou que André Pacheco, prefeito afastado até o dia 10 de agosto em decorrência da Operação Capital, esteve na casa de Pox. O pedetista assegura, no entanto, que Pacheco não teve relação com a reunião.

- Ele mora perto, chegou após a reunião e não teve participação nas decisões. Só esteve aqui porque veio falar com os vereadores do partido dele (Dieguinho e Manino) - garante Pox.

A coluna conseguiu contato com alguns dos vereadores. Adão e Guto informaram que saíram mais cedo e não viram André. Francinei Bonatto confirmou que o prefeito afastado chegava no momento em que ele saía para outra agenda.

- Eu não sei sobre o que conversaram. Quando ele chegou eu saía para cumprir outra agenda - resumiu.

André Pacheco não fala com a imprensa.

  

Últimas Cristiano Abreu

Eleições 2020
Eleições 2020 | Confira, em detalhes, os bens declarados e a evolução patrimonial dos candidatos a prefeito e vice de Viamão
Bastidores
Não vai nem com oração: a ’política marrom’ tranca a pauta de votações da Câmara
Eleições 2020
Ataques, promessas, Deus e patriotismo: Os melhores lances do debate para a Prefeitura de Viamão que você não viu
Política
Sessão da Câmara tem acusações veladas e explícitas: o UFC eleitoral Viamão
Política
Câmara volta a lembrar da Saúde e ’empurra’ Sérgio Ângelo para depois em dia de bate-boca entre vereadores; O bode na sala - parte II
Operação Pegadas
Mesmo preso, vereador Sérgio Ângelo recebe salário integral em setembro; Os tigres de papel da Câmara
Operação Pegadas
Vereador Sérgio Ângelo completa uma semana preso, mas segue no cargo; A Câmara conseguiu o ’bode na sala’ para retardar o afastamento
Eleições 2020
Candidatos definidos: as últimas melancias acomodadas na disputa pela Prefeitura de Viamão
Desdobramentos
Operação Pegadas: a política de Viamão pisa em ovos
279 anos
Aniversário de Viamão: o amor pela cidade não pode ter dono ou ser ideologizado
Coluna do Brasil
Claudio Brasil | Quanto ao filme “2020”...  emoções fortes aguardam nos próximos capítulos
Eleições 2020
Convenções partidárias entram na reta final; Conheça os nomes definidos e as articulações para a disputa pela cadeira de prefeito
Política
Em coletiva, Valdir Bonatto rebate adversários e tenta afastar dúvidas sobre sua candidatura a prefeito: ’inventaram a falácia dos R$ 17 milhões. Tenho minhas contas aprovadas pelo TCE’
Crise do coronavírus
A volta às aulas presenciais e o empírico ’não, por enquanto’ da Prefeitura. As coisas são diferentes na política de Viamão
Operação Capital
André Pacheco perde em Brasília, e afastamento da Prefeitura está mantido; Os advogados bateram na porta errada
Política
Valdir Bonatto tenta na Justiça anular decisão sobre reprovação de contas, mas não leva, e adversários políticos partem pro ataque; A eleição esquenta
Política
Justiça aceita denúncia do Ministério Público contra André Pacheco e vereador
Crise do coronavírus
A COVID-19 está lá fora; e mesmo sem agir, as consequências não afetam a gestão de Nadim
Política
Jessé livre para voar; a vitória na Justiça Eleitoral e a renúncia inesperada: ’Triste por não poder ficar até o final’
Funcionalismo
O Nadim prefeito comete improbidade ao não pagar reposição salarial que o Nadim vereador aprovou; criador versus criatura

Cristiano Abreu

Redação, sugestão de pautas e redes sociais
51 9 9962 3023
[email protected]

Rafael Martinelli

Editor
[email protected]

Roberto Gomes

Diretor
[email protected]

Ao reproduzir uma de nossas matérias, é ético citar a fonte.
As opiniões assinadas são de responsabilidade de seus autores e não representam a posição do jornal.
Desenvolvido por i3Web.
2016 - Todos os direitos reservados.

Rua Osvaldo Aranha, 43 - Sala 5 - 94410-630 - Centro - Viamão - RS