Terça-feira, 22 de SETEMBRO de 2020

Publicidade

Publicidade

Publicidade

Facebook

Política

Jessé livre para voar; a vitória na Justiça Eleitoral e a renúncia inesperada: ’Triste por não poder ficar até o final’

Publicada em 25/08/2020 às 00h| Atualizada em 07/09/2020 às 14h38

Gato escaldado tem medo de água fria. Com postura de resguardo que lembra a máxima popular, Jessé Sangalli fez um movimento para dar ponto final ao episódio envolvendo a transferência de seu domicílio eleitoral. No dia em que a Justiça Eleitoral lhe deu razão, renunciou ao mandato de vereador em Viamão.

A renuncia foi comunicada pelo parlamentar durante a sessão legislativa dessa terça-feira (25). Ele usou o tempo na tribuna virtual (os encontros estão sendo realizados online por conta da pandemia de coronavírus) para anunciar a decisão aos colegas e se despedir da Câmara.

- Agradeço a todos que me ajudaram nessa caminhada, ajudaram a amadurecer, a crescer. Saio de cabeça erguida - diz.

O futuro, como desejado pelo político do Cidadania, será em Porto Alegre. Após se despedir dos colegas, Jessé falou para o Diário.

- Fico triste apenas por não poder ficar até o fim (do mandato), mas me senti melhor ao renunciar. Fico aliviado porque a justiça foi feita, é bom pensar que seguiram a lei - afirma.

De acordo com o político, o arquivamento do processo de cassação na Câmara de Viamão e a liberação da Justiça para que ele possa concorrer a vereador na Capital abrem caminho para a campanha.

- Eu não precisaria nem renunciar, mas para evitar qualquer margem, para que não seja tachado de usar recursos de Viamão para fazer campanha em Porto Alegre, decidi assim. É também em respeito aos eleitores que confiaram no meu trabalho - resume.

Jessé classifica ação judicial que questionava sua transferência para Porto Alegre como disputa política organizada por adversários. E revela:

- Eu teria feito (renunciar ao mandato) muito antes se não fosse a decisão (pedido de cassação e anulação de domicílio eleitoral).

Olhando para a frente, o político foca na eleição. 

- Quero ser um vereador de Porto Alegre, olhando também para a população de Viamão, do outro lado da 32 (parada). Fiscalizar, como é a prerrogativa de um vereador, mas olhando para a mobilidade urbana - finaliza.   

 

Últimas Cristiano Abreu

Eleições 2020
Candidatos definidos: as últimas melancias acomodadas na disputa pela Prefeitura de Viamão
Desdobramentos
Operação Pegadas: a política de Viamão pisa em ovos
279 anos
Aniversário de Viamão: o amor pela cidade não pode ter dono ou ser ideologizado
Coluna do Brasil
Claudio Brasil | Quanto ao filme “2020”...  emoções fortes aguardam nos próximos capítulos
Eleições 2020
Convenções partidárias entram na reta final; Conheça os nomes definidos e as articulações para a disputa pela cadeira de prefeito
Política
Em coletiva, Valdir Bonatto rebate adversários e tenta afastar dúvidas sobre sua candidatura a prefeito: ’inventaram a falácia dos R$ 17 milhões. Tenho minhas contas aprovadas pelo TCE’
Crise do coronavírus
A volta às aulas presenciais e o empírico ’não, por enquanto’ da Prefeitura. As coisas são diferentes na política de Viamão
Operação Capital
André Pacheco perde em Brasília, e afastamento da Prefeitura está mantido; Os advogados bateram na porta errada
Política
Valdir Bonatto tenta na Justiça anular decisão sobre reprovação de contas, mas não leva, e adversários políticos partem pro ataque; A eleição esquenta
Política
Justiça aceita denúncia do Ministério Público contra André Pacheco e vereador
Crise do coronavírus
A COVID-19 está lá fora; e mesmo sem agir, as consequências não afetam a gestão de Nadim
Política
Jessé livre para voar; a vitória na Justiça Eleitoral e a renúncia inesperada: ’Triste por não poder ficar até o final’
Funcionalismo
O Nadim prefeito comete improbidade ao não pagar reposição salarial que o Nadim vereador aprovou; criador versus criatura
Crise do coronavírus
É um vermelho desbotado, mas a bandeira do distanciamento controlado fake não mudará em Viamão
Crise do coronavírus
Cinco meses e mais de mil doentes: os números da COVID-19 em Viamão
Funcionalismo
Justiça determina pagamento de reposição salarial aos servidores municipais
Crise do coronavírus
Os rostos e as famílias ignoradas: Viamão tem 101 vidas levadas pela COVID-19, enquanto seu povo e seus governantes fingem não ver
Política de ’colisão’
O circo na sessão relâmpago que não decidiu nada; A casa que não é do povo
Operação Capital
Justiça afasta André Pacheco por mais 120 dias; A cassação antecipada e a morte anunciada
Cadeira de prefeito
O pedaço de papel que valeu uma Prefeitura: ’É verdade esse bilete’; Evandro não desistiu e inicia contragolpe

Cristiano Abreu

Redação, sugestão de pautas e redes sociais
51 9 9962 3023
[email protected]

Rafael Martinelli

Editor
[email protected]

Roberto Gomes

Diretor
[email protected]

Ao reproduzir uma de nossas matérias, é ético citar a fonte.
As opiniões assinadas são de responsabilidade de seus autores e não representam a posição do jornal.
Desenvolvido por i3Web.
2016 - Todos os direitos reservados.

Rua Osvaldo Aranha, 43 - Sala 5 - 94410-630 - Centro - Viamão - RS