Segunda, 18 de JANEIRO de 2021

Publicidade

Publicidade

Publicidade

Facebook

Operação

A política de Viamão volta às páginas policiais: 2020 é um ano para jamais ser esquecido

Publicada em 17/12/2020 às 00h| Atualizada em 23/12/2020 às 11h59

Mais uma vez nesse 2020 que parece interminável de tão exaustivo, a população de Viamão se vê nas páginas policiais. Hoje (17) foi despertada por sirenes de viaturas - e moradores do Centro acordaram asustados com o barulho de helicóptero (mas ao que se sabe era de outra operação) - rumando para uma Unidade Básica de Saúde. Lá, a coordenadora acabou detida em operação liderada pelo Ministério Público Eleitoral (MPE). O companheiro dela, suplente de vereador pelo MDB, também foi levado pelas autoridades.

Na terceira operação envolvendo políticos do município em 10 meses, o centro do Executivo não está sob suspeita. Contudo, as investigações apontam para o uso da máquina pública em benefício de um candidato. A Promotoria Eleitoral de Viamão (59ª Zona) entende que o casal em questão montou um esquema para exigir apoio de funcionários da UBS durante a campanha.

Os mandados de busca e apreensão resultaram em computadores, anotações documentos e celulares recolhidos para perícia. No carro da suspeita, caixas e mais caixas de medicamentos sem procedência comprovada.

Segundo a promotora Márcia Regina Nunes Villanova, a coordenadora da unidade de Saúde se valia do cargo público para obrigar os funcionários a panfletar e a coletar dados dos pacientes - procurados depois em busca de votos. Quem se negava a colaborar com a candidatura, era ameaçado com a perda do trabalho na UBS. As intimidações eram seguidas de um "fica a dica", termo com o qual o MPE batizou a operação.

Enquanto a Polícia Civil investiga origem e destino dos medicamentos, e o MP trabalha para finalizar sua denúncia, vale lembrar que o casal já foi liberado após provas coletadas e ocorrências registradas em delegacia. Até um desfecho, só resta especular.

Aqui vai:

Espanta a mim o fato de que todo o "esquema" criado resultou em menos de 300 votos. E por menor que seja o total, lembrem que será anulado pela Justiça Eleitoral caso comprovadas as ilegalidades. Não sou bom de conta, isso deixo para os entendidos em eleição, junto com a pergunta: essa soma faria falta ao coeficiente eleitoral do MDB? Mexeria com alguma cadeira na Câmara?

No aguardo das respostas, retomo o raciocínio do abre desse texto: pobre povo de Viamão que novamente resta maculado em âmbito estadual por conta de seus agentes políticos e públicos. Foi assim na Operação Capital, que afastou o prefeito da cidade, secretários e um vereador, repetiu-se na Pegadas, com a prisão de Sérgio Ângelo, e chega hoje na "Fica a Dica", desmoralizando a Velha Capital mais um pouco.

Crise nas terceirizadas da Saúde; problemas na varrição de ruas; atrasos em pagamentos; desorganização administrativa; decretos assinados sem ler; dão aumento ao funcionalismo, depois tiram; prisão de parlamentar; guerra de vaidades na Câmara; entra e sai de prefeitos; morte do vice-prefeito; pandemia; campanha eleitoral... ufa... 2020 não veio para brincadeiras e - teimosamente - insiste em dar o "ar da graça" mesmo em seus últimos suspiros.

A "cereja do bolo" é o silêncio da Prefeitura: um dia pesado como esse, mais uma operação em uma de suas dependências, um servidor sob suspeita, e nada de nota oficial...  nenhuma linha ao menos. Consultei dois assessores durante a tarde - um da comunicação e um do gabinete. Nenhum deles sequer deu retorno.

Enfim, é um ano que dificilmente será esquecido por quem vive nessa Viamão que, definitivamente, não é para os fracos.

 

O Diário de Viamão consultou o Ministério Público sobre a divulgação dos nomes dos envolvidos. Conforme a assessoria de Imprensa, as identidades dos alvos da operação não serão liberadas por conta da lei federal de abuso de autoridade.
A coluna 
teve acesso aos nomes dos suspeitos, porém não os divulgará até que ambos ou seus advogados se manifestem. 

Últimas Cristiano Abreu

Política
Câmara dá pausa no recesso de verão para votar novo orçamento para Valdir Bonatto
De mudança
Guto Lopes confirma ida para Brasília: ’vou continuar trabalhando um pouco por lá, um pouco aqui... pelo RS e, claro, por Viamão’
Entrevista
COM VÍDEO: Presidente da Acivi avalia ano que passou e projeta desafios de 2021
Novos donos da cadeira
Valdir Bonatto é o dono da caneta: a posse do novo prefeito e os bastidores da transição de poder em Viamão
Exclusivo
Os primeiros nomes: apuração do Diário revela secretariado de Valdir Bonatto
Legislativo definido
Armando presidente e Dieguinho vice: as cartas marcadas na eleição da Câmara
Troca rápida
Evandro Rodrigues volta à cadeira de prefeito: entenda
Nova legislatura
Temporada de redecoração: vereadores esvaziam gabinetes e móveis ’desaparecem’ da Prefeitura; os preparativos e as indefinições da posse
Busca pelo poder
Pelo menos quatro frentes disputam a presidência da Câmara: o cabo de guerra
Definições, enfim
Primeiros nomes do secretariado de Bonatto serão anunciados amanhã; o jeito Viamão de ser das coisas
Os bastidores da volta de André Pacheco
No apagar das luzes, livros escolares sem licitação e compra de lâmpadas que a própria Prefeitura proíbe: a mulher de César
Exclusivo
Ministério Público denuncia prefeito André Pacheco, vereador e dois secretários por organização criminosa. Diálogos apontam pedido de propina para campanha
Nunca vi sequer uma pá por aqui
Governador, a RS-118 vai além de Gravataí; Viamão e Alvorada pagaram pela obra, mas só recebem ilusões
Limpando o nome
André Pacheco aproveita volta meteórica e tenta brilhar antes de entregar chaves da Prefeitura
Polêmica
Cláudia Harfouche fala sobre saúde de Nadim: ’Ele é candidato a transplante’
’Com Supremo, com tudo’
Em nome do acordão: sem mandato em 2021, Nadim sai da cena política pela porta dos fundos; entenda
Diplomação
REPORTAGEM COM VÍDEO | Os recados da juíza e da promotora aos eleitos em Viamão: quem avisa, amigo é!
’Fica a Dica’
Ministério Público confirma prisões em operação que investiga fraude eleitoral em Viamão
Operação
A política de Viamão volta às páginas policiais: 2020 é um ano para jamais ser esquecido
Apenas um vereador eleito será diplomado em Viamão; entenda

Cristiano Abreu

Redação, sugestão de pautas e redes sociais
51 9 9962 3023
[email protected]

Rafael Martinelli

Editor
[email protected]

Roberto Gomes

Diretor
[email protected]

Ao reproduzir uma de nossas matérias, é ético citar a fonte.
As opiniões assinadas são de responsabilidade de seus autores e não representam a posição do jornal.
Desenvolvido por i3Web.
2016 - Todos os direitos reservados.

Rua Osvaldo Aranha, 43 - Sala 5 - 94410-630 - Centro - Viamão - RS