Segunda, 18 de JANEIRO de 2021

Publicidade

Publicidade

Publicidade

Facebook

’Com Supremo, com tudo’

Em nome do acordão: sem mandato em 2021, Nadim sai da cena política pela porta dos fundos; entenda

Publicada em 21/12/2020 às 00h| Atualizada em 27/12/2020 às 01h43

Em 1º de agosto desse interminável 2020, escrevi na coluna Acordão político coloca Nadim Harfouche na Prefeitura e Eraldo Roggia na presidência da Câmara que o futuro/já ex-prefeito em exercício tinha feito uma exigência e uma concessão ao aceitar a missão de assumir o Executivo. O vereador do PSL só atravessaria a rua se tivesse apoio para concorrer a prefeito. O colega do PTB, que por conta da manobra ficou com a presidência interina do Legislativo, também se garantiu: em caso de uma volta de André Pacheco, Harfouche não poderia se valer de sua prerrogativa legal e tomar de Roggia a mesa diretora da "Casa do Povo".

Até hoje, quatro meses depois, ninguém apareceu para desmentir.

Eraldo não cumpriu o que prometeu a Nadim. Ao melhor estilo D'Alessandro, o petebista "pulou da barca" e apoiou o PSDB ao ver que Valdir Bonatto tinha mais chances de vencer. Na chapa do PSL, teria a indicação do nome para vice. Com os tucanos, aceitou apenas compor.

Pacheco completou uma semana de volta na cadeira, e o libanês (termo que exalta sua origem, sem nenhum tom pejorativo) sumiu dos holofotes. Na coluna citada no início desse parágrafo, especulei qual seria a postura de Harfouche ao deixar o gabinete. Ao que parece agora - mesmo traído por Eraldo - o ex-prefeito em exercício honrou a palavra dada em agosto.

Restam 10 dias para o fim do ano e da legislatura. Nadim não quis o desgaste. Seria brigar por um poder que não levaria a lugar nenhum, uma vez que o libanês não estará na Câmara em 2021. E fontes garantem que mesmo o homem do PSL tendo ficado à deriva na Prefeitura e na campanha, foi "divórcio amigável com Eraldo".

Sem mágoas pela traição.

"Com Supremo, com tudo", o grande acordo que reacomodou as relações de poder em Viamão após a morte de Russinho segue em curso. Adjetivos e nomes à parte, fato é que Nadim não assumirá o comando do Legislativo. E a saída encontrada, coincidência ou não, é a mesma usada por Dilamar de Jesus (PSB) para fugir da responsabilidade pela Prefeitura - e que ironicamente colocou Harfouche no impasse do momento: um atestado médico. Para quem não lembra, resumo aqui

É o próprio Nadim que afirma, ao liberar nota dizendo que "vai descansar neste final de ano e focar no cuidado de sua saúde". "Por orientação médica", é claro!

Abaixo, você pode ler na íntegra o texto recebido pela coluna no sábado (19). Antes, preciso lamentar a decisão de Nadim. Um homem público com pelo menos 20 anos de disputas eleitorais - que acabou dobrado pelos interesses políticos, é verdade - não merecia ser desprestigiado de tal forma. Primeiro foi o grupo "aliado", que não entregou o que lhe foi vendido e ainda o deixou a Deus dará na campanha; Depois, o próprio Nadim completou o serviço ao se esconder debaixo de um jaleco médico.

Usar a tática de Dilamar para se eximir da responsabilidade é autofagia, é agredir a própria biografia. Equivale a deixa a cena política, mesmo que momentaneamente, pela porta dos fundos.

Aos que entendem que exagero no tom da cobrança, pergunto: se André não tivesse voltado, vocês acreditam que Nadim deixaria a Prefeitura mais cedo - antes de 31 de dezembro - para se tratar?

 

 

Eis a nota:

 

"O vereador Nadim Harfouche informa, através de nota, que não reassume a cadeira de vereador neste final de ano. O agora ex-prefeito, por orientação médica, vai descansar neste final de ano e focar no cuidado de sua saúde.

Nadim assumiu a responsabilidade de virar prefeito no pior momento político que a cidade de Viamão já enfrentou. Prefeito eleito afastado por problemas com a justiça, vice morto (SIC) pelo covid-19 e presidente da Câmara afastado por problemas de saúde.

Nadim deseja sorte ao prefeito André, que retornou ao cargo no último do 12, bem como ao prefeito eleito, Valdir Bonatto, e faz votos que a cidade possa evoluir nos próximos quatro anos.

Nadim cuida agora de sua saúde, com o sentimento de dever cumprido para com a cidade e seus munícipes, pelo menos neste ano de 2020."

Últimas Cristiano Abreu

Política
Câmara dá pausa no recesso de verão para votar novo orçamento para Valdir Bonatto
De mudança
Guto Lopes confirma ida para Brasília: ’vou continuar trabalhando um pouco por lá, um pouco aqui... pelo RS e, claro, por Viamão’
Entrevista
COM VÍDEO: Presidente da Acivi avalia ano que passou e projeta desafios de 2021
Novos donos da cadeira
Valdir Bonatto é o dono da caneta: a posse do novo prefeito e os bastidores da transição de poder em Viamão
Exclusivo
Os primeiros nomes: apuração do Diário revela secretariado de Valdir Bonatto
Legislativo definido
Armando presidente e Dieguinho vice: as cartas marcadas na eleição da Câmara
Troca rápida
Evandro Rodrigues volta à cadeira de prefeito: entenda
Nova legislatura
Temporada de redecoração: vereadores esvaziam gabinetes e móveis ’desaparecem’ da Prefeitura; os preparativos e as indefinições da posse
Busca pelo poder
Pelo menos quatro frentes disputam a presidência da Câmara: o cabo de guerra
Definições, enfim
Primeiros nomes do secretariado de Bonatto serão anunciados amanhã; o jeito Viamão de ser das coisas
Os bastidores da volta de André Pacheco
No apagar das luzes, livros escolares sem licitação e compra de lâmpadas que a própria Prefeitura proíbe: a mulher de César
Exclusivo
Ministério Público denuncia prefeito André Pacheco, vereador e dois secretários por organização criminosa. Diálogos apontam pedido de propina para campanha
Nunca vi sequer uma pá por aqui
Governador, a RS-118 vai além de Gravataí; Viamão e Alvorada pagaram pela obra, mas só recebem ilusões
Limpando o nome
André Pacheco aproveita volta meteórica e tenta brilhar antes de entregar chaves da Prefeitura
Polêmica
Cláudia Harfouche fala sobre saúde de Nadim: ’Ele é candidato a transplante’
’Com Supremo, com tudo’
Em nome do acordão: sem mandato em 2021, Nadim sai da cena política pela porta dos fundos; entenda
Diplomação
REPORTAGEM COM VÍDEO | Os recados da juíza e da promotora aos eleitos em Viamão: quem avisa, amigo é!
’Fica a Dica’
Ministério Público confirma prisões em operação que investiga fraude eleitoral em Viamão
Operação
A política de Viamão volta às páginas policiais: 2020 é um ano para jamais ser esquecido
Apenas um vereador eleito será diplomado em Viamão; entenda

Cristiano Abreu

Redação, sugestão de pautas e redes sociais
51 9 9962 3023
[email protected]

Rafael Martinelli

Editor
[email protected]

Roberto Gomes

Diretor
[email protected]

Ao reproduzir uma de nossas matérias, é ético citar a fonte.
As opiniões assinadas são de responsabilidade de seus autores e não representam a posição do jornal.
Desenvolvido por i3Web.
2016 - Todos os direitos reservados.

Rua Osvaldo Aranha, 43 - Sala 5 - 94410-630 - Centro - Viamão - RS