Segunda, 18 de JANEIRO de 2021

Publicidade

Publicidade

Publicidade

Facebook

Novos donos da cadeira

Edição de vídeo: Guilherme Klamt

Valdir Bonatto é o dono da caneta: a posse do novo prefeito e os bastidores da transição de poder em Viamão

Publicada em 01/01/2021 às 00h| Atualizada em 11/01/2021 às 14h25

No início da tarde dessa sexta-feira (1º), Valdir Bonatto e Nilton Magalhães, ambos do PSDB, foram empossados prefeito e vice de Viamão. O ato, realizado no plenário Tapir Rocha, na Câmara de Vereadores, foi restrito por conta da pandemia de COVID-19.

Bonatto tem 60 anos, é natural de Xanxerê/SC. Professor e empresário, foi vereador entre 1989 e 1992 pelo PT. Assume a Prefeitura pela segunda vez (administrou Viamão entre 2013 e 2016).

O vice Nilton José Sica Magalhães tem 58 anos, é natural de Porto Alegre. É engenheiro e servidor público de carreira do município.

Em sua fala, Nilton destacou a origem profissional e deixou claro que aposta na parceria com o funcionalismo. Também foi muito duro nas críticas ao ex-prefeito André Pacheco.

- A política não é meio de vida, é uma missão. O poder não corrompe as pessoas, elas revelam quem realmente são quando estão no poder...

Na sequência, agradeceu parceiros de jornada como Rafael Bortoletti, pivô do das denúncias que deram origem à Operação Capital e que retorna à Prefeitura como secretário de Governo:

- Rafael é um dos que salvaram esse município da maior organização criminosa que eu já presenciei nos meus 36 anos de carreira. Eu já tinha visto prefeito desviar recurso, servidor desviar recurso, mas a quadrilha que se instalou nesses últimos quatro anos é de fato sem precedentes na história desse município – afirmou Nilton.


Bonatto fez agradecimentos aos eleitores e pediu mais uma vez o voto de confiança da população. Demonstrou que o foco será no controle da gestão na área da Saúde, foco dos supostos esquemas de corrupção investigados pelo Ministério Púbico em 2020.

- Já nesta segunda-feira (4), vamos pedir a retirada do orçamento encaminhado à Câmara, senhor presidente, para em 12 e 15 de janeiro a gente possa enviar à essa Casa um novo orçamento e uma série de projetos para reorganizar a economia, os serviços – revelou o prefeito.

Bonatto citou a formação do Grupo Integrado de Cuidado com as Pessoas (GIP) e do Grupo Integrado de Desenvolvimento (GID) para tocar assuntos estratégicos da administração. Conforme o Diário antecipou, o GID será tocado por Tulio Barbosa, 42 anos, empresário, ex-presidente do Sindilojas local, ex-secretário de Bonatto, e Henrique Noronha, 41 anos, suplente de vereador pelo PSDB.

- A pandemia política causada pelos gestores e que assola nossa cidade é um sufoco e uma dose dupla de descrédito ao povo de Viamão... Posso dizer a vocês que não é muito diferente do que imaginávamos, mas não sabíamos o tamanho do estrago que tinham feito ao povo de Viamão. Formulamos dois grandes eixos de desenvolvimento da cidade: o GIP e o GID – disse.

O GIP comportará Saúde, Educação, Assistência Social, Esporte e Lazer e a secretaria de Cultura. O GID envolve estruturas como Fazenda, Obras, Desenvolvimento, Agricultura, Planejamento e Governo.

O prefeito recém-empossado confirmou a notícia dada com exclusividade pelo DV de que acumulará a secretaria da Saúde nesses primeiros meses de gestão.

- A Saúde é o grande problema desse município. É por isso que estou assumindo esse compromisso. Pelos próximos três meses, dividirei meu tempo, minhas funções e serei o secretário da Saúde para reorganizar o caminho. É o primeiro secretário que anuncio – encerrou Bonatto.

 

 

Secretariado

 

A nova gestão adiou mais uma vez o anúncio oficial do secretariado. A previsão é que a nominada completa seja conhecida nesse sábado (2).

Confira aqui os nomes já apurados pelo Diário de Viamão.

 

Agenda

 

Prefeito e secretários passarão o fim de semana trabalhando na Facesi. A empresa educacional do prefeito é o local escolhido para as primeiras reuniões, que ocorrerão individualmente por pasta.

Na segunda-feira (4), o expediente é na Prefeitura. Bonatto promete estar no gabinete a partir das 6h30min.

 

Bastidores

 

-A posse do novo chefe do Executivo foi acompanhada por dirigentes partidários, representantes do Sindilojas e da Acivi, empresários e familiares do prefeito. Assim como lamentei na diplomação, faltou convite formal à imprensa;

- Após a posse, Bonatto, vice, familiares e assessores foram até o Gabinete do Prefeito, onde o presidente da Câmara Armando Azambuja registrou, leu e procedeu as assinaturas no livro de posse;

 

 

- Sim, o livro estava lá. André havia feito um termo de encerramento de mandato.
Fim do ciclo;

- Chamou atenção dos apoiadores do PSDB a sujeira do gabinete. Tinha até barata morta pelo chão – sinal de que a desinsetização está em dia. No mais, tudo em ordem;

 

 

- Sobre sessão solene de posse dos vereadores, chamou atenção o protagonismo do presidente do PDT Alexandre Godoy e do futuro secretário do Governo, Rafael Bortoletti “dando cartas” na montagem das comissões. Godoy propôs Luizinho do Espigão (PSDB) na Comissão de Constituição e Justiça (CCJ) e Roni Bella na de Orçamento. Roni Abriu mão e o vereador Dieguinho Santos (PSD) será o titular;

- Ex-prefeito e vereador, portanto experiente, Alex Boscaini (PT) ficou isolado de todos os debates do dia. O único voto contrário na eleição da mesa é o dele. Inclusive, não quis participar da foto oficial no fim da cerimônia. André Gutierres (PP) tinha compromisso e saiu mais cedo; Dédo Machado (MDB) havia comunicado que não participaria da posse;

 

 

- Nos corredores da Casa se comenta que Xandão Gomes (Republicanos) e Dilamar de Jesus (PSB) perderam preço. Os dois foram o centro da crise administrativa do município após a morte de Russinho ao negarem a responsabilidade legal de assumir a Prefeitura. Xandão ficou fora da mesa, já Dilamar volta ao comando como vice-presidente do Legislativo.
É aí que a tese de perda de poder se dissipa;

 

Recorde:

Dilamar de Jesus toma decisão sobre assumir Prefeitura; Em paralelo, vereadores fazem pressão e recebem ’visita’ de André Pacheco

Viamão sem prefeito: Xandão Gomes diz que responsabilidade é de Dilamar e que renunciará se for notificado para assumir a Prefeitura

 

- Bonatto mantém a fala de que a composição política na Câmara não significa ingresso na base da Administração municipal. Mas o discurso de posse deixou claro que busca o maior número possível de apoio.

- Queremos estar juntos, independentes da questão partidária, para fazer as coisas acontecerem em nossa cidade –

- Voltando ao prefeito, importante ver o chefe do Executivo falando de forma responsável sobre pandemia e Saúde no geral. Em meia hora no cargo já se mostrou preocupado com as duas pontas da crise: a sanitária e a econômica. E prestou condolências aos 4.099 infectados e aos familiares das 232 pessoas que perderam a vida para o novo coronavírus.
Nenhum gestou antes de Bonatto – de Russinho a André – havia dedicado um segundo que fosse para lamentar as baixas.

O Diário cobra isso há meses:

Os rostos e as famílias ignoradas: Viamão tem 101 vidas levadas pela COVID-19, enquanto seu povo e seus governantes fingem não ver

Prefeitura recorrerá da classificação de bandeira vermelha; Falta a Russinho empatia com as vítimas da COVID-19

 

Com vídeo: 

A cerimônia de posse na íntegra:

 

 

 

Leia também

Vereadores eleitos em Viamão tomam posse na Câmara; composição da mesa diretora não teve surpresas

Últimas Cristiano Abreu

Política
Câmara dá pausa no recesso de verão para votar novo orçamento para Valdir Bonatto
De mudança
Guto Lopes confirma ida para Brasília: ’vou continuar trabalhando um pouco por lá, um pouco aqui... pelo RS e, claro, por Viamão’
Entrevista
COM VÍDEO: Presidente da Acivi avalia ano que passou e projeta desafios de 2021
Novos donos da cadeira
Valdir Bonatto é o dono da caneta: a posse do novo prefeito e os bastidores da transição de poder em Viamão
Exclusivo
Os primeiros nomes: apuração do Diário revela secretariado de Valdir Bonatto
Legislativo definido
Armando presidente e Dieguinho vice: as cartas marcadas na eleição da Câmara
Troca rápida
Evandro Rodrigues volta à cadeira de prefeito: entenda
Nova legislatura
Temporada de redecoração: vereadores esvaziam gabinetes e móveis ’desaparecem’ da Prefeitura; os preparativos e as indefinições da posse
Busca pelo poder
Pelo menos quatro frentes disputam a presidência da Câmara: o cabo de guerra
Definições, enfim
Primeiros nomes do secretariado de Bonatto serão anunciados amanhã; o jeito Viamão de ser das coisas
Os bastidores da volta de André Pacheco
No apagar das luzes, livros escolares sem licitação e compra de lâmpadas que a própria Prefeitura proíbe: a mulher de César
Exclusivo
Ministério Público denuncia prefeito André Pacheco, vereador e dois secretários por organização criminosa. Diálogos apontam pedido de propina para campanha
Nunca vi sequer uma pá por aqui
Governador, a RS-118 vai além de Gravataí; Viamão e Alvorada pagaram pela obra, mas só recebem ilusões
Limpando o nome
André Pacheco aproveita volta meteórica e tenta brilhar antes de entregar chaves da Prefeitura
Polêmica
Cláudia Harfouche fala sobre saúde de Nadim: ’Ele é candidato a transplante’
’Com Supremo, com tudo’
Em nome do acordão: sem mandato em 2021, Nadim sai da cena política pela porta dos fundos; entenda
Diplomação
REPORTAGEM COM VÍDEO | Os recados da juíza e da promotora aos eleitos em Viamão: quem avisa, amigo é!
’Fica a Dica’
Ministério Público confirma prisões em operação que investiga fraude eleitoral em Viamão
Operação
A política de Viamão volta às páginas policiais: 2020 é um ano para jamais ser esquecido
Apenas um vereador eleito será diplomado em Viamão; entenda

Cristiano Abreu

Redação, sugestão de pautas e redes sociais
51 9 9962 3023
[email protected]

Rafael Martinelli

Editor
[email protected]

Roberto Gomes

Diretor
[email protected]

Ao reproduzir uma de nossas matérias, é ético citar a fonte.
As opiniões assinadas são de responsabilidade de seus autores e não representam a posição do jornal.
Desenvolvido por i3Web.
2016 - Todos os direitos reservados.

Rua Osvaldo Aranha, 43 - Sala 5 - 94410-630 - Centro - Viamão - RS