Quarta-feira, 28 de OUTUBRO de 2020

Publicidade

Publicidade

Publicidade

Facebook

Coluna do Claudio Brasil

Bolsonaro segue hesitante em mostrar exame para Coronavírus

Publicada em 04/05/2020 às 13h32| Atualizada em 10/07/2020 às 17h02

O presidente Jair Bolsonaro está a um passo de marcar um grande gol para seu mandato. Um gol, tipo "gol de craque", que mesmo diante da imponderabilidade muda o placar a favor de seu time.  Mas diante da goleira adversária, o chefe do Executivo parece titubeante. O temor se expande sobre a arquibancada.

Bolsonaro não quer divulgar os exames sobre possível infecção pelo Coronavírus por sentir-se "violentado". No Judiciário surgem decisões contraditórias sobre a necessidade de comprovação do real estado de saúde do presidente em relação à doença, ou seja, se ele já foi ou não infectado. Ainda no sábado, o TRF-3 acatou e depois suspendeu recurso da Advocacia Geral da União da decisão inicial que exigia a exibição dos papéis que garantiriam sua descontaminação.

O que não consigo compreender é o motivo da atitude defensiva do presidente diante de um documento que pode garantir diante da população a seriedade de seus argumentos em relação à COVID-19. O "passaporte" para exigir dos prefeitos e governadores a ampliação dos serviços e a retomada do comércio. Consideremos a partir daí duas possibilidades.

No caso de um resultado negativo para Coronavírus:

- Testemunhamos durante o decorrer pandemia, anunciada pela Organização Mundial da Saúde ainda no princípio de março, que Bolsonaro confraternizou com apoiadores sem cumprir qualquer protocolo, mesmo aqueles exigidos pelos seus próprios ministros, promovendo aglomerações, cumprimentando correligionários, apertando suas mãos, posando para selfies. Sempre de cara limpa, sem máscara. Se ainda assim não foi contaminado, poderia arguir com maior ênfase que a pandemia realmente está causando muita "histeria". Poderia ressaltar seu "histórico de atleta" como escudo natural.

Agora, no caso de um possível resultado positivo, a situação seria bem diferente:

-  Hoje já se sabe que mesmo as pessoas que não apresentam os sintomas mais agudos da doença podem transmiti-la a outras. E aquelas infectadas podem sim evoluir, dependendo de seu estado de saúde, para um quadro de crise aguda de respiração e vir a morrer sem ar. Um resultado positivo, portanto, determinaria à Vossa Excelência sua qualidade de "vetor ativo" de um mal que tentamos vencer por meio da quarentena.

Bolsonaro, no centro do palco, com a bola em seus pés, faz um jogo de luz e sombras diante de uma informação dramaticamente importante. Algumas vezes garante que não foi afetado pelo Coronavírus, em entrevistas e pelas redes sociais. Mas em sua recente visita ao Rio do Grande do Sul,  Bolsonaro mudou o discurso, trazendo mais tensão para a plateia que acompanha atenta. "Eu talvez já tenha pegado esse vírus no passado, talvez, talvez, e nem senti", afirmou em entrevista à Rádio Guaíba.

Na dúvida durante, a posse do novo general do Comando Militar do Sul, militares de alta patente preferiram cautela.  Pelo menos dois generais que participavam da cerimônia preferiram cumprimentar Bolsonaro com o cotovelo após o presidente estender a mão.

Enquanto isso as medidas de flexibilização vão sendo tomadas sem que a população mostre convicção a respeito do perigo que o vírus representa. Aliás, parece aceitar mais a versão da gripezinha. Até o presidente dos Estados Unidos, Donald Trump, que dificilmente tem o Brasil como pauta de suas entrevistas, demonstrou preocupação com os atuais níveis da infecção no país. Apenas mais um dado alarmante, pois Trump jamais seria comunista, nem mesmo se a Terra fosse plana.

 

*As publicações nos espaços de opinião são responsabilidades de seus autores e não refletem, necessariamente, a opinião do Diário de Viamão.

Últimas Claudio Brasil

Opinião
Coluna do Brasil | A revolução pelos modos de higiene ocorre sem a necessidade de armas
Opinião
Coluna do Brasil | Do coma à morte cerebral
Opinião
Coluna do Brasil | Coronavírus volta a mostrar força no mundo, e Brasil deve ficar atento
Opinião
Coluna do Brasil | Eleições 2020... mas que pobreza!
Opinião
Coluna do Brasil | Saber votar é conquistar a Independência
Opinião
Coluna do Brasil | Luz no túnel: não podemos entregar a partida contra o coronavírus ’nos acréscimos’
Opinião
Coluna do Brasil | O julgamento imoral e fanatizado de uma menina de 10 anos
Opinão
Coluna do Brasil | Violenta explosão em Beirute traz semelhanças com tragédia na Boate Kiss
Opinão
Coluna do Brasil | Triste Dia dos Pais dos 100 mil mortos pelo Coronavírus
Opinão
Coluna do Brasil | Religiosidade em tempos de pandemia
Opinão
Claudio Brasil | Quem nos dera...
Opinião
Rescaldos da Segunda Guerra invadem a ’América Latrina’
Opinião
Claudio Brasil: A paixão pelo modelo norte-americano e a pandemia no Brasil
Opinião
’Stop Bolsonaro’ ecoa pelo mundo que registra 500 mil mortes pelo coronavirus
Opinião
Brasil ultrapassa um milhão de infectados pelo coronavírus e ainda não tem um Ministro da Saúde
Crônica
Claudio Brasil: Carta do Homem-Morcego; Ficção ou realidade?
Opinião | Claudio Brasil
Olavo de Carvalho proibido para menores de 18 anos
Opinião
Claudio Brasil: Alguém viu um ministro da Saúde por aí?
Opinião
Claudio Brasil: Os sete pecados capitais do governo Bolsonaro
Claudio Brasil
Campanha ’Fique em casa para que eu também possa sair’
Paginas: [1] 2 Próxima »

Cristiano Abreu

Redação, sugestão de pautas e redes sociais
51 9 9962 3023
[email protected]

Rafael Martinelli

Editor
[email protected]

Roberto Gomes

Diretor
[email protected]

Ao reproduzir uma de nossas matérias, é ético citar a fonte.
As opiniões assinadas são de responsabilidade de seus autores e não representam a posição do jornal.
Desenvolvido por i3Web.
2016 - Todos os direitos reservados.

Rua Osvaldo Aranha, 43 - Sala 5 - 94410-630 - Centro - Viamão - RS