Quarta-feira, 08 de DEZEMBRO de 2021

Publicidade

Publicidade

Publicidade

Facebook

Educação

IMAGEM: Itamar Aguiar/Palácio Piratini

Viamão volta às aulas obrigatórias nesta segunda

Publicada em 07/11/2021 às 00h| Atualizada em 09/11/2021 às 15h15

Após uma série de medidas, como o avanço da vacinação em todo o Rio Grande do Sul, o Decreto 56.171 do governo do Estado reestabelece, a partir desta segunda-feira (8), as aulas presenciais de forma obrigatória na Educação Básica (educação infantil, ensino fundamental e ensino médio) nas redes públicas e privadas gaúchas.

- Talvez o maior desafio a ser enfrentado no pós-pandemia seja a desigualdade, e ela começa pela desigualdade educacional. Retomar as aulas presenciais é o caminho para mitigar as perdas, cognitivas e socioemocionais que ocorreram nesse período de escolas fechadas, especialmente para as crianças e jovens de menor poder econômico. Cada hora conta para aprender e temos em torno de 150 horas até o final do semestre. Precisamos de todos, para apoiar nossos alunos nesta retomada - afirma a secretária da Educação do RS, Raquel Teixeira.

Viamão segue a decisão do governador Eduardo Leite (PSDB). Ensino remoto, rodízio de alunos em grupos e revezamento de turmas ocorrerão apenas nas instituições de ensino onde exceder a acomodação de um estudante por metro quadrado, conforme o disposto no decreto estadual 55.171.

Alunos que, por razões médicas comprovadas mediante apresentação de atestado, não possam retornar às atividades presenciais, poderão continuar tendo aulas remotas. Uma nota técnica da Secretaria Estadual da Saúde pede que os médicos considerem que o ensino remoto deve passar a ser a “exceção, e não a regra”, sugere que seja pesado o “risco individual” de cada aluno, mas não lista doenças específicas.

A orientação da Prefeitura é que responsáveis por alunos com comorbidades e histórico de saúde frágil busquem orientação nas escolas. Vale o mesmo para alunos que já estão no ensino presencial: em caso de qualquer sintoma gripal, o estudante deve se manter em casa. E a máscara será de uso obrigatório para toda e qualquer pessoa que circule pela instituição de ensino.

As estimativas são de que a adesão às aulas presenciais, que hoje é de cerca de 6 a cada 10 alunos, chegue aos 95%.

Ao fim, chegou o dia do ‘novo normal’ no ambiente escolar, mesmo que a pandemia não tenha terminado, como reportei em Viamão de máscara: números e (muita) cautela com a COVID; Ainda cai um Boeing por dia no país. Resta o elogio ao o esforço da Prefeitura e, principalmente, professores e comunidade escolar para que não tenhamos registrado surtos graves desde a volta às aulas no modelo híbrido.

 

PROTOCOLOS SANITÁRIOS

 

Para o retorno presencial obrigatório, seguem valendo as seguintes orientações sanitárias: 

• Distanciamento mínimo de 1 metro entre os estudantes. O novo decreto possibilita que as instituições que não puderem assegurar o distanciamento mínimo devido ao tamanho do espaço poderão adotar o sistema de revezamento dos estudantes. Para tanto, devem assegurar a oferta do ensino remoto nos dias e horários em que os alunos não estiverem presencialmente na escola. As equipes gestoras dessas instituições de ensino entrarão em contato com suas comunidades escolares para orientações.
• Uso obrigatório de máscara.
• Higienização constante das mãos.
• Ambientes ventilados.

Últimas Rafael Martinelli

Causa animal
Justiça dos homens autoriza matança de animais no Pampas Safari; CEP: Cemitério de Cervos
Política
Comissão da AL debate programa hospitalar de Leite que traz perdas à região metropolitana
Educação
Viamão volta às aulas obrigatórias nesta segunda
Crise do coronavírus
Viamão de máscara: números e (muita) cautela com a COVID; Ainda cai um Boeing por dia no país
Crise do coronavírus
Prefeito, não ouça negacionistas: apresente o ’passaporte vacinal’ em Viamão; A vida não tem partido
Política
Parecido com Viamão: prefeito de cidade vizinha é afastado, e chefe do MP fala em mesada e malas de dinheiro
Crise do transporte
’SUS dos ônibus’: prefeitos apelam a Leite e Bolsonaro por socorro ao transporte coletivo; Hoje reféns, e amanhã?
Crise do coronavírus
Viamão diz ’não’ para o negacionismo homicida; A fumaça, a ex, o caçula e o assassínio curandeiro na Prevent Senior
História
Até quando vamos endeusar a revolução farroupilha?
Política
Onde estarão os políticos de Viamão após fracasso do ’nem-nem’ deste domingo? O ’ex e o futuro presidiário’
Ônibus
Crise no transporte: Bonatto e prefeitos querem fundo estadual para subsidiar a Viamão e empresas de ônibus da da Grande Porto Alegre; Na União, Bolsonaro vetou
Política
A foto P&B do golpe: caminhoneiros protestam em Viamão; O ’MST do bolsonarismo’
Política
Bolsonaro lembra ’Hitler de Luciana Gimenez’; Pop It de 7 de setembro é a ’Pornochanchada da Cervejaria’
Crise no transporte
Deputada da região mexe na polêmica do transporte coletivo; Sem risco, qualquer um pode ter empresa de ônibus
Crise no transporte
Estudo mostra ser irreversível subsídios como o concedido para a Empresa Viamão
Política
A Brigada Militar não será cúmplice de arruaças bolsonaristas dia 7; O Jim Jones de meio milhão de mortos
Política
Governador libera mais dinheiro antes de pedagiar ERS-118; O meio bilhão e o ’país do faturo’
Crise no transporte
Assim como Viamão, Cachoeirinha e Gravataí também bancaram indenização milionária para empresa de ônibus por perdas na pandemia; A institucionalização do subsídio
Crise no transporte
Do subsidio de hoje ao fim das gratuidades, até tarifa zero bancada pelo IPTU amanhã; O sincericídio e o caça-cliques
Crise do Coronavírus
Mesmo com novo aviso de risco, eventos liberados até 400 pessoas; A ’lei Vampeta’ em Viamão e na Grande Porto Alegre

Cristiano Abreu

Redação, sugestão de pautas e redes sociais
51 9 9962 3023
[email protected]

Rafael Martinelli

Editor
[email protected]

Roberto Gomes

Diretor
[email protected]

Ao reproduzir uma de nossas matérias, é ético citar a fonte.
As opiniões assinadas são de responsabilidade de seus autores e não representam a posição do jornal.
Desenvolvido por i3Web.
2016 - Todos os direitos reservados.

Rua Osvaldo Aranha, 43 - Sala 5 - 94410-630 - Centro - Viamão - RS