Quinta-feira, 24 de SETEMBRO de 2020

Publicidade

Publicidade

Publicidade

Facebook

Opinião

Erika Goelzer | 27 de agosto: Dia do Psicólogo

Publicada em 27/08/2020 às 00h| Atualizada em 27/08/2020 às 12h19

Hoje (27) é dia do psicólogo, esta profissão tão linda que escolhi há mais de 15 anos, quando era apenas uma adolescente e pouco sabia da vida e do mundo das profissões. Olhando para trás, hoje penso que sabia bem pouco sobre a profissão que escolhi fazer vestibular.

Durante muitos anos, pensei em ser médica. Mas naqueles anos em que prestei vestibular, havia dois impedimentos: uma exigência pela língua inglesa por parte da UFRGS e o fato de eu não gostar de ver sangue.

A exigência do idioma foi um tanto mais importante para a decisão, já que eu havia estudado francês na escola durante o ensino médio. A UFRGS tinha (e ainda tem) o vestibular mais difícil do Estado e não possuir sequer noções básicas de inglês tornaria a tarefa de passar no vestibular quase impossível. A Psicologia parecia uma boa opção da área da saúde.

Por sorte, a escolha foi acertada. E me sinto realizada com a profissão que escolhi. Meu texto de hoje é uma homenagem a todos os profissionais que, assim como eu, destinam seu melhor conhecimento para cuidar da saúde mental, sempre tão subestimada.


A história da psicologia se confunde inicialmente com a história da filosofia na Grécia antiga. Sócrates, Platão e Aristóteles já se interessavam por tentar definir qual seria a origem da razão e o local que ela ficaria em nosso corpo. Em uma época que a medicina também não era muito avançada, parecia já haver um consenso que nossos pensamentos (nossa razão ou alma) estariam localizados na cabeça. Essa averiguação não deve ter sido fácil de chegar já que as práticas em anatomia não eram ainda utilizadas.

O psicólogo é o profissional que busca entender os comportamentos humanos e suas funções mentais. A psicologia é uma área do conhecimento reconhecida pela ciência e pela Organização Mundial de Saúde. Como profissionais nossa prática está fundamentada em aplicar métodos científicos na prevenção e tratamento de doenças mentais e melhorar a qualidade de vida.
Aonde houver pessoas há espaço para um psicólogo trabalhar, porém ainda encontramos muito preconceito direcionado ao nosso trabalho. A saúde mental é um tabu ainda hoje. Aposto que muitos de vocês já ouviram que “psicólogo é para louco”. E por louco pensamos normalmente no perfil esquizofrênico em surto: delírios e alucinações. Essa é uma redução do ser humano muito rasa. Existe uma gama de possibilidades de funcionamento humano que pode se manifestar de muitas formas. Somos todos normais. Sim! Somos todos normais, mas o ser “normal” é diferente para cada pessoa.

O meu normal é diferente do seu e não há nada de errado nisso. O papel do psicólogo é adaptar o “normal”para uma modalidade mais funcional e com mais qualidade de vida.

A Psicanálise é uma das linhas teóricas que um psicólogo pode seguir. É uma forma de entendimento humano reconhecida pela maiores universidades do mundo em programas de Graduação e Pós-graduação. Pesquisas científicas já comprovaram que “falar” modifica o cérebro e as conexões neuronais: o psico reorganiza o orgânico.

Todas as pessoas seriam beneficiadas pela psicoterapia. Não há contra- indicação. Meu conselho é sempre o mesmo: experimente! Procure alguns profissionais e veja com qual você tem afinidade. Experimente! Dê uma chance para você mesmo, para que viva melhor.

Últimas Erika Juchem Goelzer

Cristiano Abreu

Redação, sugestão de pautas e redes sociais
51 9 9962 3023
[email protected]

Rafael Martinelli

Editor
[email protected]

Roberto Gomes

Diretor
[email protected]

Ao reproduzir uma de nossas matérias, é ético citar a fonte.
As opiniões assinadas são de responsabilidade de seus autores e não representam a posição do jornal.
Desenvolvido por i3Web.
2016 - Todos os direitos reservados.

Rua Osvaldo Aranha, 43 - Sala 5 - 94410-630 - Centro - Viamão - RS