Terça-feira, 22 de SETEMBRO de 2020

Publicidade

Publicidade

Publicidade

Facebook

Opinão

Leonardo Veloso | Cuidado com as dietas da moda

Publicada em 14/08/2020 às 00h| Atualizada em 14/08/2020 às 11h16

Devido ao estilo de vida atual, cada vez mais pessoas têm procurado se exercitar regularmente e cuidar de seus hábitos alimentares. Ainda sim, a principal preocupação da maioria é a estética. E dentro desse nicho, o emagrecimento se destaca.

Com esse boom do Fitness nos últimos anos, surgiram muitas novidades. Algumas boas, outras nem tanto. Falaremos aqui das dietas da moda, que prometem fazer você perder muito peso de forma rápida e fácil.

 

O problema das dietas da moda

 

Quando falamos de emagrecimento, nós temos que entender um conceito básico: balanço calórico. Para perder peso, você precisa gastar mais energia do que ingere, conhecido como déficit calórico. Por isso todo tipo de dieta tem o mesmo potencial para o emagrecimento, desde que a quantidade dos alimentos seja controlada para que crie esse déficit calórico que comentei.

Entendido isso, compreendemos então que não existe alimento em isolado que pode fazer você engordar ou emagrecer. Alimentos que possuem glúten, por exemplo, não são os vilões, caso você não tenha doença celíaca. A lactose, a mesma coisa: se você não é intolerante, não há necessidade de cortar da sua vida. O açúcar também não te deixa obeso (mas o exagero, sim).

Uma dieta extremamente popular é a dieta cetogênica. Basicamente nela você elimina o carboidrato da sua rotina e dá prioridade às gorduras. Mas o que a grande maioria das pessoas não sabem é que, na verdade, esse tipo de dieta surgiu como forma de tratamento para convulsões e crises de epilepsia. Não que não dará resultados no emagrecimento, mas é apenas mais uma estratégia, não significa que é superior. Inclusive, você deve tomar cuidados com esse tipo de dieta, pois pode sobrecarregar os rins e o fígado e ainda comprometer muito a sua massa muscular.

O jejum intermitente é outro exemplo. Ele não potencializa a sua queima de gordura ou algo assim, é apenas mais uma estratégia, caso não goste de tomar café da manhã e isso seja mais prático à sua rotina.

Existem vários outras dietas que estão na moda e que devem ser repensadas na hora de realizar, mas o que eu quero que você entenda é: o mais importante em uma dieta é a sua aderência ao planejamento.

 

Aderência é o ponto chave

 

De nada adianta você cortar os alimentos que gosta e, após poucas semanas, acabar desistindo da dieta e engordando tudo de novo. Tenho certeza que isso já aconteceu com alguém que você conhece, ou talvez até com você mesmo. Por isso, é importante entender que a melhor dieta não é aquela que faz você perder peso mais rápido ou cortar mais alimentos. Na verdade, a melhor dieta é aquela que você consegue seguir por mais tempo.

Você se imagina fazendo a dieta que está fazendo pelo resto da vida? Se não, tenho uma má notícia: grandes chances de seu planejamento dar errado. É um mito acreditar que você vai perder tantos quilos e depois parar, “relaxar” e apenas aproveitar. Ninguém constrói um físico dos sonhos e começa a comer pizza o dia inteiro após ter feito isso. Então não se engane achando que após emagrecer pode voltar para “o normal”.

É importante encarar sua dieta como um estilo de vida e não algo com início, meio e fim. Então não corte todos os alimentos que você gosta e não faça maluquices na sua alimentação.

Para concluir, existem excelentes profissionais para acompanhar você nesse processo. Você não precisa - e nem deve - fazer tudo sozinho.

Não esqueça: consulte um nutricionista para saber qual o melhor planejamento e estratégia para você.

 

*As publicações nos espaços de opinião são responsabilidades de seus autores e não refletem, necessariamente, a opinião do Diário de Viamão.

Últimas Leonardo Veloso

Cristiano Abreu

Redação, sugestão de pautas e redes sociais
51 9 9962 3023
[email protected]

Rafael Martinelli

Editor
[email protected]

Roberto Gomes

Diretor
[email protected]

Ao reproduzir uma de nossas matérias, é ético citar a fonte.
As opiniões assinadas são de responsabilidade de seus autores e não representam a posição do jornal.
Desenvolvido por i3Web.
2016 - Todos os direitos reservados.

Rua Osvaldo Aranha, 43 - Sala 5 - 94410-630 - Centro - Viamão - RS