Segunda, 02 de AGOSTO de 2021

Publicidade

Publicidade

Publicidade

Facebook

No solo da cultura viamonense

Lawrin Ritter | Desafios e possibilidades para os artistas e fazedores de cultura de Viamão

Publicada em 26/02/2021 às 00h| Atualizada em 26/02/2021 às 14h12

Foi em meio a pandemia

Que um milagre aconteceu

A cultura em Viamão

Fortemente floresceu

Ganhou visibilidade

A arte de qualidade

Que aqui sempre padeceu

Amanda Senna, cordelista

 

Cultura, palavra polissêmica, assim como outras parceiras: arte e educação. Cultura vem do latim cultivar e é no cultivo, no ato de trabalhar a terra que as mais diversas riquezas naturais e nutritivas se manifestam. A analogia da cultura com o cultivo ao que é da terra vem de uma teórica chamada Lucia Santaella. Se pensarmos no trabalho dos e das fazedores de cultura, nos artesãos e artesãs e artistas, muitos encontram analogamente nas “raízes” e no seu próprio solo, o ambiente necessário para plantar e para colher.

Mas como tem sido o solo viamonense para esses fazedores e fazedoras de cultura, dentre os seus duzentos e cinquenta mil habitantes?

A lei Aldir Blanc (Lei n°14.017/2020), foi uma "luz no fim do túnel" para muitos artistas. O primeiro edital, visto como um "auxílio emergencial" para a categoria, contemplou dezenas de viamonenses. Há poucos dias saiu o resultado do edital Fundação Marcopolo - SEDAC RS que selecionou projetos de Pesquisa, Criação, Formação e Qualificação nas áreas do audiovisual, artesanato, artes visuais, circo, culturas populares, cultura viva, dança, diversidade, linguística, livro, leitura e literatura, música, teatro, memória e patrimônio, e museus em todo o estado, inclusive os viamonenses.

O edital mais recente é o Trajetórias Culturais - Mestra Sirley Amaro, promovido pela Sedac e Instituto Trocando Ideia. "O prêmio é destinado para pessoas físicas e coletivos informais representados por um CPF, que receberão em dinheiro e diplomação, como forma de reconhecimento e valorização de suas trajetórias culturais individuais".

Mas voltemos à pergunta? Tirando os editais e recursos federais, um socorro momentâneo, como tem sido o adubo viamonense? É preciso que neste momento se pense e se construam alternativas para a retomada da economia criativa, buscar caminhos entre a situação pandêmica que vivemos para RE-EXISTIR, cobrar posicionamentos, atitudes e fiscalizar os atuais representantes e agentes públicos.

Em momentos como este, que o coletivo precisa mais do que nunca trabalhar junto e apoiar um ao outro, como exemplo, ilustramos o trabalho do Espaço Cultural Clube do Museu.

Inaugurado dias antes do 1o Lockdown (em março de 2020), o Clube do Museu mostrou-se resistente e perseverante, em meio a uma crise sanitária e econômica. De todo o processo, muitos desafios foram superados e muito ainda ainda estão por  vir. Como todo artista e fazedor de cultura, que resiste e que tenta cultivar em solos incertos, O clube do Museu lançou em fevereiro deste ano, uma chamada para seleção de professores para ministrar aulas de diferentes linguagens, em sua sede na Santa Isabel.

Os objetivos iniciais são: contribuir para a economia local, fomentar o mercado cultural e captar recursos humanos regionais.

Para o público que irá contratar as aulas: acessar e participar de aulas de diferentes linguagens, como artes visuais, desenho e ilustração, teatro, música entre outras.

Os horários das aulas, a programação, o investimento e demais informações podem ser conferidos nas redes sociais do Clube do Museu ou ainda no whatsapp: 51 994 694 742.

De terça à quinta-feira, o Clube recebeu cerca de cinco currículos e seguirá recebendo até domingo (28.02) através do email [email protected]

As aulas iniciam em março de forma híbrida: virtuais e presenciais conforme decretos municipais.

E sigamos confiantes, em casa e protegidos!

 

Por Kelly Bernardo Martinez e Lawrin Ritter

 

Referências

SANTAELLA, Lúcia. Culturas e artes do pós- humano: da cultura das mídias à cibercultura. São Paulo: Paulus, 2003.

https://cultura.rs.gov.br/sedac-e-instituto-trocando-ideia-lancam-premio-trajetorias-culturais-mestra-sirley-amaro, acesso em 25.02.21

https://cultura.rs.gov.br/sedac-e-fundacao-marcopolo-lancam-edital-criacao-e-formacao-diversidade-das-culturas, acesso em 25.02.21

https://www.premiotrajetoriaculturalrs.com.br/, acesso em 25.02.21

Últimas A CULTURA AINDA PULSA

Teatro
Peça teatral debate violência contra a mulher
Novidade
Lawrin Ritter | Tem projeto novo no Grupo Teatral Leva Eu!
Cultura
Lawrin Ritter | Associação da Cultura Hip-Hop de Viamão oferece premiação para artistas
Cultura
Lawrin Ritter | ROCK N ROLL, TAMBOR E RESISTÊNCIA: Matheu lança single ’Indelével’
Cultura
Lawrin Ritter | A pandemia nos tirou da rua, não das lutas
Agenda
Lawrin Ritter | Mulher + Arte + Cultura é mais Toque de Comadre
No solo da cultura viamonense
Lawrin Ritter | Desafios e possibilidades para os artistas e fazedores de cultura de Viamão
Cultura em movimento
A cultura ainda pulsa | Centro Cultural Mestre Borel e a comunidade da Viamópolis
Agenda
A Cultura ainda Pulsa | Domingueira no Lago realiza sua primeira edição on-line
O meio ambiente agradece
A Cultura Ainda Pulsa | Preservação do Lago Tarumã é tema de documentário
Viamão em destaque
A Cultura Ainda Pulsa | Autora de Viamão tem livro reconhecido em premiação estadual
Reconhecimento
A Cultura Ainda Pulsa | Artista de Viamão recebe Prêmio Açorianos de Música 2020
Opinião
A Cultura ainda pulsa | Viamão: entre barulhos, sons, ruídos e remanso
Agenda cultural
A CULTURA AINDA PULSA: Editais Aldir Blanc em Viamão
Agenda
Lawrin Ritter | #3 Cult Circuito 2020 foi um sucesso!
Agenda
Lawrin Ritter | Viamão no Festival Sertanejar RS
Agenda
​Lawrin Ritter | Participe do #3 Cult Circuito
Opinião
Lawrin Ritter | Artista: adjetivo, substantivo, Ser
A cultura ainda pulsa
Comitê Popular, Manifesto Cultural? O que está acontecendo em Viamão?
Opinão
Lawrin Ritter | Viamão tem Cultura; E ela pulsa e vive!
Paginas: [1] 2 Próxima »

Cristiano Abreu

Redação, sugestão de pautas e redes sociais
51 9 9962 3023
[email protected]

Rafael Martinelli

Editor
[email protected]

Roberto Gomes

Diretor
[email protected]

Ao reproduzir uma de nossas matérias, é ético citar a fonte.
As opiniões assinadas são de responsabilidade de seus autores e não representam a posição do jornal.
Desenvolvido por i3Web.
2016 - Todos os direitos reservados.

Rua Osvaldo Aranha, 43 - Sala 5 - 94410-630 - Centro - Viamão - RS