Segunda, 02 de AGOSTO de 2021

Publicidade

Publicidade

Publicidade

Facebook

Opinião

Leite condensado te dá asas!

Papo de quarta-feira - com Moisés Mendes | Nem o mercado dos amigos de Guedes mete medo em Bolsonaro

Publicada em 24/02/2021 às 00h

Bolsonaro não poderia interferir na Polícia Federal, para determinar trocas de comando e assim proteger os filhos.

É o que diziam. Porque daria confusão até com os militares. Mas Bolsonaro interferiu, trocou chefias da PF e não aconteceu nada.

Bolsonaro não poderia tirar Luiz Henrique Mandetta do combate à pandemia, porque o surto ficaria fora de controle, o custo político seria irreversível, as mortes aumentariam e a tragédia da Covid-19 poderia derrubá-lo.

Bolsonaro mandou Mandetta embora, depois chamou e despediu Nelson Teich, deixou Eduardo Pazuello como interino por meses, efetivou o general amigo, a pandemia está no segundo surto e bate recordes, a rede pública de saúde entrou em colapso e não acontece nada.

Bolsonaro não poderia mandar Sergio Moro embora da Justiça, porque o ex-juiz era o seu ministro mais poderoso e popular e o pilar moral do governo.

Mas Sergio Moro não aceitou as ordens de Bolsonaro para que aparelhasse as polícias com arapongas, caiu, saiu atirando e não aconteceu nada além de um inquérito que anda a 10 por hora no Supremo.

Bolsonaro não poderia correr o risco de desafiar os poderes liberais de Paulo Guedes e seria louco se decidisse interferir na Petrobras para tentar controlar os preços dos combustíveis.

Diziam que o conselho da Petrobras e o mercado financeiro promoveriam uma rebelião capaz de derrubar Bolsonaro.

Bolsonaro passou por cima de Paulo Guedes, demitiu o presidente da Petrobras, colocou mais um general no comando da empresa, o conselho valente se encolheu, o mercado vai se calar e não acontecerá nada.

Bolsonaro manobra em todas as áreas, sempre sob a ameaça de que o próximo movimento em falso pode ser fatal.

Nada é fatal para Bolsonaro, para os filhos dele e para os militares que conseguiram emprego no governo.

É simples assim. Não acontece nada com maiores consequências para os Bolsonaros. Muito menos no STJ.

 

Texto publicado originalmente no blog do Moisés Mendes:

https://www.blogdomoisesmendes.com.br/nem-o-mercado-segura-bolsonaro/

Últimas Papo de quarta-feira - Com Moisés Mendes

Opinião
Moisés Mendes | Bolsonaro prepara a retirada
Opinião
Moisés Mendes | O cerco à polícia que derrubou Evo Morales e inspira Bolsonaro
Opinião
Moisés Mendes | Apenas a mão do gato (ao vivo na CPI)
CPI da COVID
Moisés Mendes | O acusado sai atirando
Opinião
Moisés Mendes | A caçada de Lázaro e o projeto de Bolsonaro
Crônica
Moisés Mendes | Os ratos da dinheirama da cloroquina e da vacina indiana
Opinião
Moisés Mendes | Witzel enfrenta os milicianos
Opinião
Moisés Mendes | Levamos um drible de Casemiro
Papo de quarta-feira
Moisés Mendes | O crime de Nise Yamaguchi contra a vacinação
Moisés Mendes
Papo de quarta-feira | Os prefeitos que enfrentam o autoritarismo negacionista
Opinião
Moisés Mendes | Pazuello mente, desmaia, levanta e acha que escapa
Opinião
Moisés Mendes | A CPI que não prendeu um lobista mentiroso pode prender um general?
Opinião
Moisés Mendes | Joaquim de Carvalho vai contar na TV 247 a história secreta da cloroquina
Opinião
Moisés Mendes | Os cúmplices do pesadelo da segunda dose
Opinião
Moisés Mendes | A boiada, a cachorrada, as hemorroidas e os vagabundos, um ano depois
Opinião
Papo de quarta-feira - com Moisés Mendes | o blefe do golpe é a cachaça de Bolsonaro
Opinião
Moisés Mendes | Não menosprezem os silêncios de Bolsonaro
Opinião
Moisés Mendes | A lição dos vizinhos para a preservação das Forças Armadas
Opinião
Moisés Mendes | O esquema dos sinhozinhos com a Pfizer
Opinião
Papo de quarta-feira - com Moisés Mendes | As carreatas da morte
Paginas: [1] 2 3 Próxima »

Cristiano Abreu

Redação, sugestão de pautas e redes sociais
51 9 9962 3023
[email protected]

Rafael Martinelli

Editor
[email protected]

Roberto Gomes

Diretor
[email protected]

Ao reproduzir uma de nossas matérias, é ético citar a fonte.
As opiniões assinadas são de responsabilidade de seus autores e não representam a posição do jornal.
Desenvolvido por i3Web.
2016 - Todos os direitos reservados.

Rua Osvaldo Aranha, 43 - Sala 5 - 94410-630 - Centro - Viamão - RS