Sabado, 16 de OUTUBRO de 2021

Publicidade

Publicidade

Publicidade

Facebook

Crônica

O mundo de Alice | Para o meu amor: uma construção diária

Publicada em 11/10/2021 às 00h| Atualizada em 12/10/2021 às 14h40

Diferentemente do que muitas pessoas pensam, o amor não vem pronto e também não é perfeito. O amor se constrói a cada dia, e não apenas de um lado, o ato de construir deve ser mútuo pois só assim o amor pode crescer e florescer.

Quando olho esse amor, vejo coisas que amo e sinto necessidade de continuar, continuar depositando esperança e fé em todos os nossos dias, principalmente naqueles que virão. Sinto-me curiosa para com os desafios, intrigada com tudo o que envolve esse amor.

Por vezes, o amor trará fases difíceis, como um cálculo ou um texto complexo demais. Então é chegada a hora de tentar de novo, refazer o caminho, ler mais uma vez e tentar entender de uma vez por todas. Resolver o problema e compreender que muitas vezes a solução não virá, e isso também será uma resposta.

O amor não é algo que continua caminhando sozinho, sem que haja alguém que lhe deposite crédito, o amor deve ser cuidado. O amor deve ser cuidado mesmo em seus piores momentos, mesmo quando não haja motivos para sorrir.

Nem todos os dias serão bons, e isso é a vida em sua mais pura essência. Escolher alguém para dividir essa inconstância que é viver, é um ato de coragem e beleza. Coragem porque existir já não é lá a tarefa mais fácil para desempenhar, mas coexistir com o outro, meu amigo… Isso é apenas para os dispostos!

Dispostos aos abraços e beijos, que maravilha! Ai está a beleza! Mas, principalmente, aos dispostos a encarar as conversas desconfortáveis, o choro e inclusive, a despedida.

Hoje pensei no amor porque ele tem me movido, de certa forma, para enfrentar muitos obstáculos. Falo do amor em geral, e falo do amor de um companheiro ou companheira. Falo do amor fraternal, e também sexual, amoroso.

Esse amor que nos traz coisas boas, um peito para descansar após um dia difícil ou um afago na cabeça: aquela certeza de que tudo vai melhorar, embora as perspectivas sejam desfavoráveis no momento.

O amor é mesmo tudo isso! Eu sempre digo e não canso de dizer, o amor é construção, beleza e dor. Engana-se quem crê que do amor só colherá alegrias, pois daí também vem as maiores desventuras de nossas vidas.

Mas vale a pena entregar-se para esse sentimento que significa a vida. Hoje pensei no amor porque precisava de força, pensei no amor como algo a que e a quem recorrer, pensei no amor como fonte de vida para a minha vida.

Hoje pensei no amor como algo em que vale a pena depositar algumas palavras, algum choro e algum riso. Algo ou alguém para que vale a pena dedicar um texto, assim como este e outros tantos que já escrevi. Para ti, amor.

Com carinho, Alice.

Últimas O mundo de Alice

Crônica
O mundo de Alice | Para o meu amor: uma construção diária
Crônica
O mundo de Alice | Esteja disposta a mudar de rota
Crônica
O mundo de Alice | Mulheres são múltiplas: para além do papel de esposa, namorada e mãe
Crônica
O mundo de Alice | Processos: quanto tempo leva até fazer sentido?
Crônica
O mundo de Alice | Não quero mais me desculpar, não posso mais me desculpar
Crônica
O mundo de Alice | Arte: uma religião escondida nas cores?
Crônica
O mundo de Alice | Uma decisão: me escolher todos os dias
Crônica
O mundo de Alice | Uma carta de amor para alguém que merece ser amada
Crônica
O mundo de Alice | Literatura: para que serve e por que devemos ler?
Crônica
O mundo de Alice | Autocobrança: você dá o seu ’melhor’?
Crônica
O mundo de Alice | O espelho e eu: minha própria companhia
Crônica
O mundo de Alice | Sentimentos que te atravessam: a difícil missão de se concentrar no agora
Crônica
O mundo de Alice: Viamão e a arte: olhos voltados para fora jamais enxergarão a beleza lá de dentro
Crônica
O mundo de Alice | Viamão & meio ambiente: bituca de cigarro não é semente, papel de bala não vira flor
Crônica
O mundo de Alice | Conversa de bar - Realização pessoal: o que significa realizar-se na vida, para você?
Crônica
O mundo de Alice | Escolhas: um olhar profundo para nossas verdadeiras intenções
Crônica
O mundo de Alice | Solitude - o bendito fruto de nós mesmos
Crônica
O mundo de Alice | Saia dos trilhos, para que possa retornar a si ainda melhor
Crônica
O mundo de Alice | Caixa secreta: nós mesmos, nossos desejos e anseios
Crônica
O mundo de Alice | Solidão: A coragem de estar só
Paginas: [1] 2 Próxima »

Cristiano Abreu

Redação, sugestão de pautas e redes sociais
51 9 9962 3023
[email protected]

Rafael Martinelli

Editor
[email protected]

Roberto Gomes

Diretor
[email protected]

Ao reproduzir uma de nossas matérias, é ético citar a fonte.
As opiniões assinadas são de responsabilidade de seus autores e não representam a posição do jornal.
Desenvolvido por i3Web.
2016 - Todos os direitos reservados.

Rua Osvaldo Aranha, 43 - Sala 5 - 94410-630 - Centro - Viamão - RS