Quarta-feira, 08 de DEZEMBRO de 2021

Publicidade

Publicidade

Publicidade

Facebook

Crônica

O mundo de Alice | E eu disse: ’’O que me falta é essa tua perseverança no incerto’’

Publicada em 08/11/2021 às 00h| Atualizada em 08/11/2021 às 12h58

Ele me disse “acho que tu te preocupas demais com isso, devia se deixar levar um pouco”, ao mesmo passo que eu disse “queria ser um pouco mais como tu”. E quando eu pensei em desistir, ele me disse "quem sabe não tenta mais um pouco?", ao mesmo passo que eu respondi, "o que me falta é essa tua perseverança no incerto".

E cá estou eu, contemplando todos os começos mais difíceis e todos os finais vitoriosos, contemplando toda a perda e todo o ganho. Muito mais do que isso, estou aqui vivendo tudo aquilo que não abandonei quando senti medo, e desfrutando dessa coragem que eu não sabia que me habitava.

De novo contemplando alguém que eu não acreditava que seria, e que agora sou. Ainda não sou tudo o que idealizei, e na verdade nunca serei. O idealizado é falso, e eu sou real.

Nesse processo de experimentação, descobrindo minhas infinitas facetas, entre a covardia e a nobreza, fui tantas e ainda quero mais. Mais disso e daquilo, quero esse incentivo dos que me rodeiam e a força necessária para continuar.

Muito embora tentar demande esforço, não tentar é demasiado inerte para mim. Sou todo o movimento que faço, e trabalho para sair do lugar, independente do erro. Visto que errar é algo impossível de evitar, então eu erro, para depois acertar.

Eu quero esse sol debaixo dos meus erros, e essa chuva que cai em cima de todos os meus acertos. Eu quero essa brisa que continua passando, ao lado de todo esse fluxo de vida, que me instiga a seguir.

Eu quero esse mar que se faz tão perigoso ao olhar, e tão mais calmo ao entrar. Eu quero essa sensação de que não vai dar certo e depois a satisfação do acerto, e se não do acerto, da tentativa que mirou o acerto.

Estive aqui todo esse tempo, e os que estiveram comigo puderam ver, que tentei tantas vezes e que continuo tentando. Isso é viver. Ele me disse "e não valeu a pena seguir em frente?", ao passo que eu respondi: "e não é que valeu?".

Com amor,

Alice.

Últimas O mundo de Alice

Paginas: [1] 2 3 Próxima »

Cristiano Abreu

Redação, sugestão de pautas e redes sociais
51 9 9962 3023
[email protected]

Rafael Martinelli

Editor
[email protected]

Roberto Gomes

Diretor
[email protected]

Ao reproduzir uma de nossas matérias, é ético citar a fonte.
As opiniões assinadas são de responsabilidade de seus autores e não representam a posição do jornal.
Desenvolvido por i3Web.
2016 - Todos os direitos reservados.

Rua Osvaldo Aranha, 43 - Sala 5 - 94410-630 - Centro - Viamão - RS