Segunda, 13 de JULHO de 2020

Publicidade

Publicidade

Facebook

Solidariedade

Foto: arquivo pessoal

O Cadu doou sua ’caixinha do sonho’ para ajudar o Hospital Viamão a comprar um respirador

por Cristiano Abreu | Publicada em 26/05/2020 às 00h| Atualizada em 27/05/2020 às 18h26

Em momentos difíceis como o que estamos vivendo, pequenos gestos nos ajudam a respirar mais leve. E após um começo de semana difiícil, com três novos óbitos por coronavírus, conhecer a história do Carlos Eduardo Lopes serve de combustível para a renovação das esperanças.

O Cadu mora em Viamão e está preocupado com a pandemia, por isso, resolveu ajudar. Inspirado no exemplo de outro garoto, o Leonardo Cambruzzi, de Antônio Prado, o menino viamonense doou suas economias ao hospital do município. 

Quer ajudar a única instituição de Saúde local a comprar um respirador.

- Eu disse na minha própria mente: ah, se tem um guri que arrecadou todo esse dinheiro aí e doou pro hospital, eu também vou - conta Cadu.

A escolha representou para esse menino da Santa Isabel abrir mão de um desejo pessoal. E quando se tem somente 8 anos, trocar a própria satisfação em nome do bem coletivo é um feito e tanto. Desde o início do ano, Carlos Eduardo juntava dinheiro para comprar um videogame. Ontem (25), ele pegou a caixa de papelão na qual guardava o dinheiro e levou até o Hospital Viamão. A "caixa do sonho", como ele escreveu à mão, continha R$ 25,15 - e soliariedade que nenhum dinheiro do mundo paga.

- Se é para ajudar mais que a metade do planeta, eu vou ajudar mais que a metade do planeta! - garante o garoto.

O assistente da diretoria do Instituto de Cardiologia Hospital Viamão (ICHV), Geison Rosa Farias, resume a atitude:

- Ganhamos o dia.

A mãe do menino está orgulhosa do filho: 

- Ele sempre foi um menino bom, que gosta de ajudar. E uma mãe fica como com tudo isso? muito feliz - diz a fotógrafa Nany Lopes.

 

Cadu assinou termo de doação e entregou dinheiro ao diretor Geison Farias | Foto: arquivo pessoal

 

Sonhos realizados

 

A preocupação do pequeno viamonense com seus conterrêneos chamou a atenção dos profissionais de Saúde do Instituto de Cardiologia de Porto Alegre, que comanda o ICHV. Quatro médicos se uniram para dar um videogame ao Cadu.

- Ele nunca teve um videogame porque não estava entre as prioridades. Hoje nos ligaram dizendo que os médicos vão dar de presente, outras pessoas quiseram doar também. Ficamos surpresos com a repercussão - comenta Nany.

Com a missão cumprida por ter ajudado, embora tenha dito que voltará a doar "assim que tiver mais dinheiro", e prestes a ter o sonhado videogame, Carlos Eduardo já sabe qual o próximo sonho a realizar: ver a pandemia chegar ao fim.

- Quero que meu avô me leve na praça aqui perto de casa, vou ficar metade do dia lá. Tem duas sorveterias perto, vou aproveitar, meu preferido é de chocolate - promete.

Até lá, além das aulas online, Cadu planeja ocupar o dia no novo game, "jogando muitos jogos de ação", os preferidos.

 

Cadu e a mãe, Nany Lopes

 

Eis uma história que inspira. Feita de um símbolo forte - a empatia. E que as boas ações se multipliquem, seja nos R$ 21,45 do Leonardo, ou nos R$ 25,15 do Cadu. Que o exemplo deles, tão novos, motive quem tem mais idade - e poder econômico - a fazer o bem. E aos que não podem contribuir com dinheiro, que o façam com conscientização, ficando em casa, mantendo o distanciamento - e sem negar a doença.

 

Números da guerra contra o corona:

Brasil: 391.222 casos 24.512 mortes - 1.039 nas últimas 24 horas;

Rio Grande do Sul: 6.785 confirmados em 259 municípios, 203 mortes;

Viamão: 45 casos, quatro vidas perdidas.

(Atualização em 26/05/2020)

 

LEIA TAMBÉM

Prefeitura confirma 45ª infecção por COVID-19; Casos em maio superam soma de março e abril

A médica Letícia Ikeda estava certa: a Páscoa chegou, e o Dia das Mães está a caminho

Para evitar surto da COVID-19, Prefeitura afasta 46 servidores após caso positivo na Administração

Últimas Cotidiano

Crise do coronavírus
Mortes por COVID-19 em Viamão aumentam 460% em três meses; Os não negacionistas têm motivos de sobra para preocupação
Crise do coronavírus
Pela primeira vez após sete dias, Viamão não tem mortes por COVID-19; Número de casos positivos sobe para 284, e bandeira vermelha é mantida
Exclusivo
Ministério Público acompanha medidas para evitar surto de COVID-19 em lar de idosos de Viamão; Conforme Vigilância em Saúde, um caso está confirmado
Crise do coronavírus
Governo do Estado confirma a 25ª morte por COVID-19 em Viamão; Boletim municipal traz mais um caso positivo da doença
Saúde
Aprovados nas seleções para Agente de Saúde e de Combate a Endemias tem até dia 14 para contatar a Prefeitura
Saúde
Doses remanescentes da vacina contra a gripe são disponibilizadas à população em geral
Tempo
COM VÍDEO: Chuva e vento fortes causam estragos em Viamão
Crise do coronavírus
Viamão confirma a 9ª morte por coronavírus nesta semana; São 24 vidas perdidas e 276 casos positivos de COVID-19
Crise do coronavírus
Presidente Jair Bolsonaro testa positivo para covid-19; À imprensa, ele minimiza sintomas
Crise do coronavírus
Hospital Viamão só tem anestésico para mais uma semana; ’Depois, não sabemos o que acontecerá’, diz diretor
Crise do coronavírus
Governo do Estado confirma a 20ª vida perdida para a COVID-19 em Viamão
Crise do coronavírus
Prefeitura confirma 21ª morte e dois novos casos de COVID-19 em Viamão

Cristiano Abreu

Redação, sugestão de pautas e redes sociais
51 9 9962 3023
[email protected]

Rafael Martinelli

Editor
[email protected]

Roberto Gomes

Diretor
[email protected]

Ao reproduzir uma de nossas matérias, é ético citar a fonte.
As opiniões assinadas são de responsabilidade de seus autores e não representam a posição do jornal.
Desenvolvido por i3Web.
2016 - Todos os direitos reservados.

Rua Osvaldo Aranha, 43 - Sala 5 - 94410-630 - Centro - Viamão - RS