Quinta-feira, 06 de AGOSTO de 2020

Publicidade

Facebook

Crise do coronavírus

Boletins elevam para 44 mortes e 526 os casos de COVID-19 em Viamão. Número de notificações em único dia bate recorde

por Cristiano Abreu | Publicada em 21/07/2020 às 00h| Atualizada em 22/07/2020 às 16h47

A página da Prefeitura que registra o avanço do coronavírus no município traz mais duas mortes em decorrência do coronavírus nesta terça-feira (21). São, agora 44 vidas perdidas desde o início da pandemia, em março. Já a secretaria de Saúde do RS destaca a elevação do total de pessoas contaminadas para 526. Não há evolução entre os recuperados: 93. Nenhuma informação sobre as vítimas foi divulgada.

É o recorde de notificações reportadas em um mesmo dia: 67, na comparação ao informe feito pelo município no dia anterior.

Novamente a divergência entre os sistemas de controle aponta números diferentes de casos positivos. A secretaria da Saúde local contabiliza somente 22 pacientes a mais que na segunda-feira (20).

 

Evolução do contágio

 

De acordo com o Departamento de Vigilância em Saúde da Prefeitura (DVS), 1.017 pessoas foram testadas no município. 67 aguardam resultados de exames. Entre os confirmados contabilizados pela Prefeitura (481) , 395 realizaram o teste sorológico (PCR) e 64 foram submetidos a testes rápidos. 

De acordo com a DVS, 258 pacientes estão em isolamento domiciliar e 22 internados. Os pacientes que realizaram os testes rápidos não aparecem nas listas de isolados ou de internados.

São 305 infecções em julho: 64 entre 1º e 11/7 e 241 casos confirmados nos últimos dias. A média de contágio entre 12 e 21/07 é de 24,1 notificações por dia, contra 5,81 nos primeiros onze dias do mês.

 

Novos leitos

 

Desde sábado, o Hospital Viamão (HV) está superlotado e, para evitar o colapso, a direção pediu ao Estado, no sábado (19), para não receber novos pacientes. Nesta terça-feira (21) foi realizada mais uma reunião entre a Prefeitura e a direção do HV para discutir a habilitação de leitos complementares na própria casa de saúde.

A comunicação social da Administração não forneceu detalhes do encontro até o início desta noite. Fontes da Secretaria da Saúde dão conta de que a negociação está sendo realizada sem a participação do secretário Glazileu Aragonês, em isolamento domicilar desde a semana passada, após realizar teste para identificar infecção pelo corona (o resultado, oficialmente, ainda não saiu).  

De acordo com o diretor técnico do HV, João Almir Camargo Jorge, as conversas envolvem a compra de 20 leitos. A exemplo do que foi feito recentemente na Santa Casa da Capital, a ala pediátrica do hospital local seria adaptada para receber novos pacientes adultos.

- Estamos conversando com Conselho Municipal de Saúde, Estado e Prefeitura. Essa (compra de leitos) é uma alternativa mais rápida do que construir um hospital de campanha, que demoraria mais tempo para começar a atender - resumiu João Almir.

De acordo com o diretor, o objetivo é criar vagas de enfermaria. O custo estimado é de R$ 900/dia por paciente. Cabe destacar que um hospital de campanha conta também com vagas de UTI, portanto com mais recursos do que a proposta em andamento. E que um leito de Terapia Intensiva tem diária de R$ 1,8 mil por interno.

- A conversa com o município, no sentido de aumentar os leitos de enfermaria COVID-19, evoluiu bem. Me parece que se concretiza em, no máximo, 48 horas - revela.

Outra situação preocupante que atinge a capacidade de atendimento do HV é a falta de medicamentos sedativos e anestésicos, utilizados em cirurgias e entubações, por exemplo. João Almir conta que a casa de Saúde adquiriu novo estoque, evitando a paralisação dos serviços.

- Realizamos uma cotação nacional para a compra, e mesmo assim pagamos com ágio de 1.000%. Levamos a situação ao Ministério Público - completa o médico.  

 

Números de uma guerra:

 

Brasil

- 2.159.654 confirmados (+ 41.008 nas últimas 24 horas)

- 81.487 mortes (+1.367 nas últimas 24 horas)

- 1.465.970 recuperados

- 612.197 em acompanhamento

 

Fonte: Ministério da Saúde 

 

Rio Grande do Sul:

- 49.840 confirmados (+2.438 em 450 municípios - 91% de 497 municípios) 

- 1.349 mortes (+ 64 nas últimas 24 horas)

- 1.802 pacientes em leitos de UTI - de 2.319 disponíveis (77,7% de ocupação)

-  412.753 recuperados 

 - 5.738 em acompanhamento

 

Fonte: secretaria da Saúde do RS

 

Viamão:

- 526 casos  (67 notificações nas últimas 24 horas) 

- 44 vidas perdidas (2 notificações nas últimas 24 horas) 

- 93 recuperados

- 389 em acompanhamento

 

Fonte: secretarias da Saúde do Estado e de Viamão

 

Coeficientes de contágio:

 

Brasil
1.027,7/100 mil habitantes

Rio Grande do Sul:
438,1/100 mil habitantes

Viamão: 
206,1/100 mil habitantes

 

Fontes: 

https://covid.saude.gov.br/

http://ti.saude.rs.gov.br/covid19/

https://www.viamao.rs.gov.br/coronavirus

 

 

LEIA TAMBÉM

Viamão não terá hospital de campanha; Aumento de casos torna busca por solução urgente

Rumo ao lockdown: Hospital Viamão está superlotado; Não há nem macas sobrando

Prefeito Russinho não tem previsão de alta: ’A instabilidade respiratória é muito grande, ele precisa de muito oxigênio’, diz diretor do hospital

A saúde de Russinho coloca cenário político de Viamão à prova; A cadeira que ninguém quer em ano eleitoral​

Cristiano Abreu

Redação, sugestão de pautas e redes sociais
51 9 9962 3023
[email protected]

Rafael Martinelli

Editor
[email protected]

Roberto Gomes

Diretor
[email protected]

Ao reproduzir uma de nossas matérias, é ético citar a fonte.
As opiniões assinadas são de responsabilidade de seus autores e não representam a posição do jornal.
Desenvolvido por i3Web.
2016 - Todos os direitos reservados.

Rua Osvaldo Aranha, 43 - Sala 5 - 94410-630 - Centro - Viamão - RS