Sexta-feira, 17 de SETEMBRO de 2021

Publicidade

Publicidade

Publicidade

Publicidade

Facebook

Crônica

O mundo de Alice | Efemeridades

por Alice Chala | Publicada em 26/07/2021 às 00h| Atualizada em 26/07/2021 às 15h39

Eu vejo tudo mudar a todo instante e me pergunto se meu coração vai aguentar tantas idas e vindas. Então ouço o sussurrar da vida ao pé do meu ouvido dizendo: viver é isso, é um trânsito sem fim, é um baile que não termina.

São tantas oscilações que por vezes parece que não vou suportar a beleza e a dor, atravessando meu peito devagar e dolorosamente.

Eu vivo devagar e depois vivo depressa, amo muito e depois odeio, me vingo e sou vaidosa. Noutro dia porém, acordei com vontade de equilibrar e meditei, fiz uma prece e pedi que tudo fosse mais leve e foi.

Desenhei borboletas para representar toda essa efemeridade que me representa também, no entanto, não me senti representada. Pode isso?

E busquei a paz interior diversas vezes ao dia, encontrei e depois a perdi, mas sinto que amanhã ou depois vamos nos ver novamente.

Aos prantos eu disse para a vida que parasse, pois eu não sabia dançar. E quando vi já estava dançando com aquele desconhecido que amei tanto por alguns segundos.

Mudei tantas vezes desde o início do dia, é o que a Alice de Lewis Carrol diz, e eu concordo.

E todas essas mudanças são absolutamente necessárias e ao mesmo tempo cortantes. Já desejei viver algo que fosse como um placebo, tudo para não sentir o que sinto.

Mas no final eu já estava sentindo e dançando. Errando e acertando, dizendo olá e me despedindo. Sorrindo e chorando.

Eu gritava para Deus que não suportava mais tudo isso, que queria algo linear. E depois disso, pedia por um acontecimento em que pudesse me aventurar.

E descobria que nem eu sabia escolher, e Deus sabia tanto quanto eu que esse agridoce cintilante é viver.

Com inspiração, Alice!

 

Cristiano Abreu

Redação, sugestão de pautas e redes sociais
51 9 9962 3023
[email protected]

Rafael Martinelli

Editor
[email protected]

Roberto Gomes

Diretor
[email protected]

Ao reproduzir uma de nossas matérias, é ético citar a fonte.
As opiniões assinadas são de responsabilidade de seus autores e não representam a posição do jornal.
Desenvolvido por i3Web.
2016 - Todos os direitos reservados.

Rua Osvaldo Aranha, 43 - Sala 5 - 94410-630 - Centro - Viamão - RS