Sabado, 16 de OUTUBRO de 2021

Publicidade

Publicidade

Publicidade

Facebook

Seu bolso

Empreendimento da Magazine Luiza, que fica às margens da ERS-118, foi inaugurado com presença do governador gaúcho, que quer pedagiar a rodovia

RS-118 sem pedágio: Magalu inaugura centro de distribuição de 400 empregos - do lado de lá das futuras cancelas

por Redação | com assessoria | Publicada em 22/09/2021 às 00h| Atualizada em 04/10/2021 às 13h09

Gravataí foi escolhida por uma das gigantes do varejo do Brasil para amplia suas operações no Rio Grande do Sul. Nesta quarta-feira, com a presença do governador Eduardo Leite, do prefeito de Gravataí, Luiz Zaffalon e de executivos da empresa, foi inaugurado o centro de distribuição (CD) do Magazine Luiza na ERS-118. A inauguração foi transmitida por canal de TV interno da empresa.

– É um dia muito especial para nós, dia no qual vamos entregar um presente, de forma simbólica, para a cidade e para o Estado. Temos, hoje, 58 filiais no RS, e chegaremos ao ápice de 300 mil peças por mês quando estivermos aqui a todo vapor. Vamos atender todas as 497 cidades do Estado a partir daqui, e teremos um CD pleno, capaz de atender todos os modais que a empresa oferece – afirmou o gerente do centro de distribuição do Magalu de Gravataí, Paulo Leandro Jacinto.

São 400 empregos diretos em um espaço com capacidade de 50 mil metros cúbicos (em metros, quase quatro campos de futebol), no condomínio logístico GLP, no KM 11 da rodovia. Já estão atuando no local 250 colaboradores. 

Com operação 24 horas, o CD do Magalu em Gravataí atende 10 lojas e 497 cidades e ainda é a primeira opção de estoque de 203 cidades. Somado aos outros centros de distribuição espalhados pelo Brasil, o Magalu possui mais de um milhão de metros quadrados de espaço para mercadorias.

A ampliação faz parte da estratégia da companhia para aumentar cada vez mais as entregas "same day" e "next day delivery", principal foco da área de logística. 

– Temos a entrega mais rápida do Brasil e este CD vem pra melhorar ainda mais esse nosso bom índice. Além disso, nossa empresa é uma das que mais cresce e dá oportunidade de emprego. Aqui, temos plano de carreira e podemos crescer, cada vez mais, juntos – disse o vice-presidente de operações nacionais, Fabrício Garcia.

– Trabalhamos muito para que o Estado seja acolhedor aos investimentos, e isso ocorre porque estamos fazendo a lição de casa. Tivemos de fazer reformas muito duras, profundas, até antipáticas, para poder ajustar as contas do Estado. Estamos entregando um Estado com pagamentos a hospitais e servidores em dia e capacidade de investimento, e tudo isso reduzindo impostos. Acabamos de anunciar que, a partir de janeiro, teremos redução de alíquotas internas. Isso tudo é fruto de muito esforço para que o Estado seja um gigante que não atrapalha e que acolha outros gigantes, como o Magalu que está aqui se instalando com este CD – disse o governador.

– Esta inauguração de hoje mostra a grandeza e o potencial de Gravataí no ramo logístico, principalmente, por conta de sua posição geográfica e por ser cortada por rodovias. Tenho falado em todas as oportunidades que tenho que somos a melhor cidade no Rio Grande do Sul para se investir e viver. O CD do Magalu aqui é prova disto – disse o prefeito, que agradeceu Leite pela contribuição na duplicação da ERS-118 para alavancar os investimentos em Gravataí e pediu ao governador "um olhar especial" para a entrada da cidade, no entroncamento da Avenida Centenário com a ERS-118 e o distrito industrial da cidade.

– Atualmente, este é o nosso grande gargalo e tenho certeza que o Governo do Estado, sabendo da importância da cidade para a economia do RS, está atento a este problema viário – comentou Zaffa, que teve uma resposta positiva de Leite com relação a este pedido:

– Temos um pacote de investimentos para o Estado sendo colocado em prática e, entre as muitas demandas, está o entroncamento da Avenida Centenário com a RS 118.

Criada na década de 1950, em Franca, no interior de São Paulo, o Magazine Luiza se consolidou como umas das grandes varejistas brasileiras e, a partir de 2019, avançou como uma plataforma digital de varejo e conta hoje com cerca de 40 mil funcionários.

São mais de 1,4 mil lojas que vêm se transformando em centros avançados de distribuição dos produtos da empresa e de parceiros. Para abastecer esses pontos, centros de distribuição estão localizados em diferentes regiões do país. No RS, a empresa já tem uma unidade em Caxias do Sul.

E para Alvorada e Viamão, o governador prevê praças de pedágio.

 

Leia também:

Leite bateu o martelo: pedágio da RS-118 será em Gravataí; Viamão e Alvorada pagarão passagem
RS-118: Bonatto recebe movimento contra o pedágio; O ’sincericídio’ e o ’não sai na foto’ - Entenda

Governador, a RS-118 vai além de Gravataí; Viamão e Alvorada pagaram pela obra, mas só recebem ilusões

Governador libera mais dinheiro antes de pedagiar ERS-118; O meio bilhão e o ’país do faturo’

Cristiano Abreu

Redação, sugestão de pautas e redes sociais
51 9 9962 3023
[email protected]

Rafael Martinelli

Editor
[email protected]

Roberto Gomes

Diretor
[email protected]

Ao reproduzir uma de nossas matérias, é ético citar a fonte.
As opiniões assinadas são de responsabilidade de seus autores e não representam a posição do jornal.
Desenvolvido por i3Web.
2016 - Todos os direitos reservados.

Rua Osvaldo Aranha, 43 - Sala 5 - 94410-630 - Centro - Viamão - RS