Santiago lança coletânea com as melhores charges dos últimos 30 anos

Cadernos de Desdenho reúne desenhos inéditos ou já publicados e premiados em salões de humor – com seu traço universal, irreverência e rebeldia peculiares. O Seguinte: reproduz o artigo de Gilson Camargo, publicado pelo ExtraClasse

A coletânea Caderno de Desdenho (Libretos, 2022, 140 p.), que será lançada no dia 10 de março, às 17h30min, no Espaço Amelie (Rua Vieira de Castro, 439 – Santana) reúne os desenhos mais representativos da verve de humor, irreverência e rebeldia do cartunista Neltair Rebés Abreu, Santiago, produzidos nos últimos 30 anos. O lançamento da obra terá sessão de autógrafos do autor – que comemora 47 anos de profissão.

Santiago em sua versão Giuseppe Verdi (2021) | Foto: Olga Pacheco

A publicação reúne desenhos inéditos ou já publicados em revistas e jornais e que abordam com traço e linguagem universais e atemporais temas como ecologia, costumes, política, sociedade. A seleção traz ainda 16 cartuns premiados em salões nacionais e internacionais de humor – escolhidos entre mais de cem charges que foram laureadas em concursos pelo mundo.

Desdenhando a pompa e a circunstância, com irreverência nata, Santiago é um artista conectado às questões sociais e sempre alerta contra as injustiças e as artimanhas de intimidação por parte dos poderosos. Afinal, se o rei está nu, alguém precisa registrar com qualidade e excelência, repara a editora da publicação, Clô Barcelos. A capa é assinada pelo filho de Santiago, o desenhista e diretor de arte Bernardo Abreu.

O cartunista reitera com rimas sua concepção sobre humor gráfico já na apresentação do livro.

– Humor é desdenho, quer que eu desenhe? – provoca.

– Eu desdenho com muito empenho: da hipocrisia e sua miopia, do cinismo sem abismo, das convenções da sociedade com maldade, do preconceito sem respeito e do ódio de qualquer jeito – escreve no prólogo “Frepácio do Bonifácio”.

Capa de “Cadernos de Desdenho”

Os cartuns selecionados foram originalmente publicados no jornal Extra ClasseCrea em Revista, revista Novo Olhar, revista Foco, revista Florense, revista Le Monde Diplomatique Brasil, revista Agas, revista Momento, revista Vox, revista Porto & Vírgula, revista Aplauso, revista Na Janela, revista Bundas Pasquim21, outros participaram em Salões Internacionais de cartuns e muitos são inéditos.

Nascido em 1950 na cidade de Santiago, Neltair estudou Arquitetura na Ufrgs, trabalhou na Folha da TardeCoojornalPasquim, revista Bundas, jornal Pasquim 21, jornal O InteriorO Estado de S. PauloJornal do Comércio e desenha atualmente para o jornal Extra Classe e revista Le Monde Diplomatique Brasil. Editou 18 livros de humor gráfico, sete dos quais com o personagem Macanudo Taurino.

Charge: Santiago

Premiações

Santiago foi premiado oito vezes no concurso do jornal Yomiuri Shimbun de Tóquio, sendo em uma ocasião o Grand Prix, o prêmio máximo, concorrendo com 16 mil desenhos do mundo inteiro.

Venceu cinco vezes o Salão de Piracicaba e, em 1992, foi presidente de honra do certame. Ganhou por 20 vezes o prêmio de melhor charge editorial da Associação Rio Grandense de Imprensa (ARI) e obteve o prêmio do Salão de Cartuns do Canadá, em 1987, e na Alemanha, em 1983.

Conquistou o primeiro lugar no Salão de Humor Antiguerra, na Bulgária em 1987 e foi premiado duas vezes no Salão Carioca de Humor, em 1997 e 2008.

Em 1987, a revista especializada em humor gráfico, Witty World, dos Estados Unidos, colocou seu nome entre os dez melhores do mundo, junto com Quino, Aragonés, Sempé e Mordillo.

Santiago tem originais no Museu da Caricatura em Basiléia, Suíça. Dedica-se também à história em quadrinhos, sua paixão desde sempre. Já publicou contos vivenciados em Causos do Santiago (Zarabatana, 2013) e A menina do Circo Tibúrcio (Libretos, 2016).

OUTRAS OBRAS DO SANTIAGO

Participe de nossos canais e assine nossa NewsLetter

Compartilhe esta notícia:

Facebook
WhatsApp
Twitter
LinkedIn
Pinterest

Conteúdo relacionado

Receba nossa News

Publicidade

Publicidade

Publicidade

Facebook