Bonatto quer lei para responsabilizar cidadãos e empresas que descumprirem medidas sanitárias; A COVID-19 levou 291 vidas em Viamão

Edição de vídeo: Guilherme Klamt

Em live realizada no fim da tarde (25), o prefeito Valdir Bonatto comunicou que enviou para a análise da Câmara de Vereadores um projeto de lei que torna possível responsabilizar cidadãos e empresas que descumprirem medidas sanitárias em Viamão.

– São medidas duras, porém necessárias tendo em vista o avanço da COVID-19 em nosso município. As pessoas não estão se dado conta da sua responsabilidade social – enfatiza Bonatto.

A medida será adotada, pois na visão da Prefeitura, os decretos restritivos em vigência não são respeitados como deveriam.

– É hora de cobrarmos regras, compromisso e responsabilidade nesse processo – fechou o prefeito.

O projeto, que depende de aprovação do Legislativo, permitirá a aplicação de advertência, multas e até detenção no caso de reincidência para pessoas físicas e jurídicas. Polícia Civil, Brigada Militar e Guarda Municipal farão, segundo o chefe do Executivo, a fiscalização e as eventuais punições.

Assista à íntegra da live:

 

 

Números de uma guerra

 

Nesta quinta-feira, nove pacientes estão sob os cuidados da UPA. São sete em UTI e dois em enfermaria, aguardando leitos hospitalares. O Hospital Viamão (HV) está com 29 das 30 vagas de UTI adulto ocupadas (96,7%). Dos 25 respiradores disponíveis, 15 estão em uso.

 

 

Fora do tratamento intensivo, a situação também é precária: o HV possui 12 leitos, sendo que acomoda atualmente 19 pessoas em tratamento (158,3%). Ainda existem 25 pessoas na enfermaria esperando leito – seis esperam por uma chance na UTI.

 

 

Desde o início da pandemia, em março de 2020, o município soma 5.293 pessoas infectadas. No levantamento mais recente divulgado pelo governo do Estado, 291 moradores morreram. 

 

Bandeira preta em todo o RS

 

Para tentar conter o avanço do vírus e evitar um colapso do sistema de Saúde, o governador Eduardo Leite anunciou hoje a suspensão da cogestão do distanciamento controlado. Com isso, as regras da bandeira preta passam a vigorar a partir de sábado (27) em todas as regiões gaúchas.

 

Leia também

Viamão adia volta da rede municipal e suspende retomada das aulas presenciais por tempo indeterminado

Bonatto volta atrás, e a bandeira preta ’desbota’ em Viamão; Secretária da Educação também está com COVID-19

Entre a cruz e a espada: vice-prefeito está com COVID-19, e Bonatto só aguarda ’melhor momento’ para anunciar fechamento do comércio; Problema é convencer os negacionistasas

Presidente de honra do MDB Sarico Moura está internado com COVID-19; Estado de saúde é considerado grave

Morre vítima da COVID-19 o secretário de planejamento de Viamão e presidente do PL Nilson Vargas

Participe de nossos canais e assine nossa NewsLetter

Compartilhe esta notícia:

Facebook
WhatsApp
Twitter
LinkedIn
Pinterest

Conteúdo relacionado

Receba nossa NewsLetter

Publicidade

Publicidade

Publicidade

Facebook