Comissão dá o veredito: CPI da organização criminosa pode voltar

Embora batizamos a coluna das tretas de House Of Cards – Viamão, a CPI da Organização Criminosa lembra muito uma outra série: The Walking Dead. Meio morta-viva, a CPI começou bem, manteve as denúncias do prefeito André Pacheco contra seu ex-padrinho e ex-prefeito Valdir Bonatto no noticiário estadual por algumas semanas. A imprensa porto-alegrense em peso por aqui, por tanto tempo, só foi vista antes quando o ex-presidente da Câmara, Valmir Moura (PSDB) foi alvo de reportagem do Giovani Grizzotti por conta de funcionários fantasmas. Vocês lembram disso?

Após todo o bafafa causado pelas oitivas promovidas pela CPI, o ex manda-chuva dos governos Bonatto e Pacheco, Rafael Bortoletti, entrou com um pedido na justiça para suspender a CPI, alegando que ao criá-la, Guto Lopes não teria especificado suficientemente qual era o objeto de investigação. A atitude do ex-secretário foi completamente contraditória a todo o discurso que os dois lados estavam empenhados em espalhar pelos quatro ventos: pode investigar, quem não deve não teme.

Francinei Bonatto entrou então com um pedido de CPI para investigar a taxa de iluminação pública, cobrada na conta de luz de cada viamonense, R$ 8,00 por casa. Quando Guto foi recriar sua CPI uma pergunta foi lançada ao vento: PODE OU NÃO PODE MAIS DE DUAS CPI TRAMITAREM NA CASA?

Coube a CCRJ – Comissão de Constituição, Redação e Justiça – presidida pelo vereador Guguzinho Streit (PTB) dar o veredito. O episódio 4 do House Of Cards em vídeo, postado no final da semana passada, dizia que o presidente Guguzinho ainda estaria avaliando a matéria. Erramos. O parecer da CCRJ foi emitido em 9 de abril, no começo do mês, e esclarece que a única imposição do Regimento Interno sobre número de comissões diz respeito às Comissões Especiais, e não às CPIs. Desta forma, o parecer foi favorável.  

 

Assim como JC, comissão já ressuscitou

A comissão não é Jesus Cristo mas já vive entre nós. Com dez assinaturas de apoio e o ok do presidente André Gutierres (PP), a CPI da Organização Criminosa está oficialmente recriada. Na sessão desta terça-feira, 23, a formação da CPI deve ser acordada. Segundo o presidente Guto Lopes, agora "com mais gana de investigar".

Se lá no início da legislatura que começou com quatro vereadores de oposição te contassem que chegaríamos a pouco mais da metade do mandato com ter três CPI tramitando ao mesmo tempo na Casa, você acreditaria? A política é realmente, imprevisível.
 

Participe de nossos canais e assine nossa NewsLetter

Compartilhe esta notícia:

Facebook
WhatsApp
Twitter
LinkedIn
Pinterest

Conteúdo relacionado

Receba nossa News

Publicidade

Publicidade

Publicidade

Facebook