Stédile propõe incluir Porto Alegre na Copa do Mundo de 2030

O deputado federal José Stédile (PSB) propôs na última terça-feira, 13, em reunião do Parlamento do Mercosul, em Montevidéu, que Argentina, Uruguai e Paraguai, que postulam a realização da Copa do Mundo de 2030, também incluam o Rio Grande do Sul como sede dos jogos.

– O gasto com as exigências da Copa são monstruosos e esses países não tem estádios no padrão Fifa. Porto Alegre tem o Beira-Rio e a Arena. Traria uma boa economia para eles – contou o prefeito de Cachoeirinha por oito anos, por telefone, para o Diário.

Na Copa de 2014 o Brasil gastou quase R$ 30 bilhões, nos cálculos do Tribunal de Contas da União (TCU). Somados com a Olimpíada foram R$ 66 bilhões.

O Parlamento do Mercosul reúne congressistas de Brasil, Argentina, Paraguai, Uruguai, Venezuela e Bolívia. A proposta de Stédile – que poderia trazer reflexos positivos também para Cachoeirinha, Gravataí, Viamão e toda região metropolitana, com a circulação de seleções e torcedores – será avaliada em uma nova reunião dia 14 de abril.

Viamão recebeu em 2014 a seleção do Equador no Vila Ventura. Foi a única cidade sede do Rio Grande do Sul. 

 

Participe de nossos canais e assine nossa NewsLetter

Compartilhe esta notícia:

Facebook
WhatsApp
Twitter
LinkedIn
Pinterest

Conteúdo relacionado

Receba nossa NewsLetter

Publicidade

Publicidade

Publicidade

Facebook