Augustão diz que fica no PSol, mas…

Augusto Giraudo pode ser o novo diretor da Secretaria de Obras se for para o PMDB

Pode ser que fique, mas Augusto Giraudo tem tudo para deixar o PSol entre o Natal e o Ano Novo

 

Sexta-feira passada, assim que soube que a direção municipal do PSol estava pedindo a sua cabeça à prêmio, Augusto Giraudo conversou com o Diário. Disse que não sai. Expulsão de verdade, segundo ele, só com a direção Nacional.

– E lá, temos a maioria. Não vão me expulsar – garante.

Mas como por essas terras, comunista também faz o sinal da cruz, a expulsão pode ser um remédio tardio para o "tô nem aí" de Augustão. Embora negue, o fato é que PRB e PMDB já fazem planos para o novo filiado.

O PRB de Xandão Gomes estaria disposto a indicar Augustão para um cargo no governo ou mesmo na Câmara, na cota da presidência, caso Xandão seja confirmado comandante da Casa em 1º de janeiro.

O PMDB teria inclusive sido mais explícito: Augustão poderia assumir uma função de diretor na Secretaria de Obras e, em 2020, todas as condições de ser candidato à Câmara novamente.

Augustão despista – mas não derrapa.

– Convite e assédio tenho de todos os partidos, até do PT. Mas, por enquanto, eu fico. Até porque, se sair, perco a minha suplência – encerra o caso, justificando a opção.

LEIA TAMBÉM

PDT e PSol marcam seus dissidentes na paleta

Augustão: estou no lugar onde sempre estive

 

Participe de nossos canais e assine nossa NewsLetter

Compartilhe esta notícia:

Facebook
WhatsApp
Twitter
LinkedIn
Pinterest

Conteúdo relacionado

Receba nossa NewsLetter

Publicidade

Publicidade

Publicidade

Facebook