Número de infectados pela COVID-19 sobe para 217 em Viamão

Fonte: Prefeitura de Viamão

O boletim epidemiológico do município desta segunda-feira (29) indica cinco novos casos de coronavírus em Viamão. O tota de infectados subiu para 217 desde o início da pandemia, e o de recuperados evoluiu de 78 para 82. Outras 38 pessoas estão sob investigação.

 

Evolução do contágio
 

De acordo com o Comitê de Operações de Emergência em Saúde, 122 pessoas estão em tratamento, sendo 105 em isolamento domiciliar, seis hospitalizados em Viamão e 12 em Porto Alegre. Ao todo, 594 pessoas foram submetidas a exames e 339 foram descartadas desde março. 

Junho acrescentou 160 doentes aos indicadores do coronavírus em Viamão. A média de casos está em 5,51/dia.

 

Números de uma guerra:

 

Brasil (atualização parcial -13h): 

– 1.352.708 confirmados

– 57.774 mortes

Fonte: Ministério da Saúde 

 

Rio Grande do Sul:

– 25.659 confirmados (+436) em 401 municípios (81% de 497 municípios) 

– 582 mortes – 23 nas últimas 24 horas

– 1.519 pacientes em leitos de UTI – de 2.130 disponíveis (71,3% de ocupação)

Fonte: secretaria da Saúde do RS

 

Viamão:

– 217 casos (5 nas últimas 24 horas)

– 13 vidas perdidas

– Mortes em maio: 4*

– Mortes em junho: 9*

* Mês de notificação

Fonte: secretaria da Saúde de Viamão

 

 

LEIA TAMBÉM

Posto de Saúde da Monte Alegre fecha para desinfecção

Prefeitura confirma oito novos casos da COVID-19 em Viamão

Morte por COVID-19 no Hospital Viamão não entra para as estatísticas oficiais; Entenda

É tudo com a gente; O distanciamento controlado fake

Russinho aderiu aos protocolos da bandeira vermelha; Agora, só falta a fiscalização

Participe de nossos canais e assine nossa NewsLetter

Compartilhe esta notícia:

Facebook
WhatsApp
Twitter
LinkedIn
Pinterest

Conteúdo relacionado

Elon Musk e o lítio da Amazônia

Seu encontro com o “capitão” suscitou debates sobre reservas brasileiras do minério, essencial à indústria de microchips e baterias. Inexploradas, poderiam gerar riquezas e soberania tecnológica. Mas nada prosperará sob

Leia mais »

Receba nossa NewsLetter

Publicidade

Publicidade

Publicidade

Facebook