Valdir Bonatto tenta na Justiça anular decisão sobre reprovação de contas, mas não leva, e adversários políticos partem pro ataque; A eleição esquenta

O ex-prefeito Valdir Bonatto (PSDB) tenta manter-se discreto na política local. Desde a derrocada de André Pacheco (PSD) com a Operação Capital, o tucano age somente nos bastidores, mas a proximidade da eleição começa a mudar – e a revelar estratégias.

Nesta segunda-feira (31), tornou-se de conhecimento público que Bonatto fez uma tentativa sem sucesso de anular na Justiça votações da Câmara de Vereadores que reprovaram contas de sua gestão enquanto prefeito. Ato contínuo, as forças políticas da cidade reagiram. 

E fazem cálculos.

É que para parte dos caciques locais, ao indeferir o pedido de liminar, a juíza Carine Labres teria sinalizado que o tucano não terá condições de concorrer a prefeito neste pleito. Não deixa de ser uma derrota de Bonatto faltando 76 dias para o pleito. Mas a decisão da Justiça não é definitiva.

De concreto, mesmo, só que a notícia fez barulho e tirou o tucano do silêncio auto infligido. O Diário de Viamão tentou ouvir o político. Ele não quis dar entrevista, mas enviou nota oficial. 

A interpretação de Bonatto é a seguinte: a juíza não julgou o mérito dos fatos (se a Câmara acertou ou errou em rejeitar suas contas), mas teria indeferido o pedido por "não ser possível conceder liminar contra a Fazenda Pública, sem que se esgote o objeto da demanda", e que "após a Câmara e a Prefeitura se manifestarem, aí sim a juíza vai analisar os fatos narrados no pedido inicial".

Enquanto não há o desfecho final, é seguro dizer que não existe novidade em relação ao que já se sabia: Bonatto tenta levantar o entrave legal que, mesmo não se enquadrando nos impedimentos da Lei da Ficha Limpa, tem o potencial de lhe complicar na disputa pela Prefeitura. E os adversários aproveitam o fato para desgastar a imagem do tucano.
Ou seja, mais um capítulo da campanha eleitoral de 2020.

Leia a nota do ex-prefeito na íntegra:    

 

NOTA OFICIAL SOBRE AÇÃO NA JUSTIÇA – PROF. BONATTO

Visando esclarecer e informar sobre notícias veiculadas no dia de hoje, sobre a negativa de liminar por parte da juíza Carine Labres, venho por meio desta nota esclarecer que não há nenhuma decisão definitiva ou perto de ser definitiva. Estamos apenas nos passos iniciais de um movimento jurídico que tende a ser exitoso, visto que uma quantidade considerável de ilegalidades foi cometida nesse processo político da Câmara de Vereadores.

Aos fatos:

1. Ingressei na Justiça buscando a anulação das votações ocorridas na Câmara Municipal de Vereadores no ano de 2019, no que se refere às contas de gestão, que foram aprovadas pelo Tribunal de Contas. Apontei na petição uma série de erros no processo, que comprometem o julgamento feito à época.

2. A Juíza então solicitou à Câmara que se manifeste, informando sobre a tramitação dos processos. Ou seja, a Câmara não vai dizer se fez certo ou errado, apenas vai dizer o que fez, e a Juíza vai decidir se está certo ou errado.

Reitero a minha disposição em continuar colaborando com a população de Viamão, sou pré-candidato a prefeito e, no dia 12 de setembro, estaremos confirmando que Viamão precisa de Um Novo Tempo.

Prof. Valdir Bonatto

Participe de nossos canais e assine nossa NewsLetter

Compartilhe esta notícia:

Facebook
WhatsApp
Twitter
LinkedIn
Pinterest

Conteúdo relacionado

Receba nossa News

Publicidade

Publicidade

Publicidade

Facebook