Saúde de Russinho: Boletim médico nada tranquilizador e ’silêncio oficial’; Oposição divulga nota e vereadores cobram posicionamento do presidente da Câmara

Quatro linhas. É tudo que se tem nesta terça-feira (21) sobre a saúde de Russinho. O pedido de informações à Comunicação Social da Prefeitura remeteu ao documento assinado pelo diretor técnico do Hospital Viamão João Almir Camargo Jorge. Ligações para amigos, políticos locais e familiares devolveram a bola para a assessoria do Executivo. E só!

Eis o texto:

 

"O FUC-Hospital Viamão informa que o paciente Valdir Jorge Elias permanece internado em Unidade de Terapia Intensiva exclusiva para Sars-Covid. Está consciente, ventilando (SIC) expontaneamente com suporte de oxigênio suplementar por máscara de Hudson. Apresenta instabilidade de padrão ventilatório."

 

Três frases que não têm força para sustentar a verdade diante da cultura oral e negacionista que domina Viamão. São poucas palavras, mas que provocam boatos e despertam inquietação no lugar de tranquilizar. 

Não há aqui ressalvas sobre a veracidade do que atesta o hospital. É a ausência da Comunicação em dar publicidade ao boletim que questiono. Quando o pedido de informação é feito às 12h40min e o retorno chega às 17h07min, sem que se saiba o motivo da demora, quando ninguém quer dar informações e as páginas oficiais da Prefeitura não reproduzem diariamente o que dizem os médicos, o boato ocupa o vácuo deixado.

A falta de clareza levará uma comitiva da Câmara de Vereaores até o hospital nesta quarta-feira (22), dia em que a internação do chefe do Executivo completa uma semana. O objetivo é tentar saber as reais condições de saúde de Russinho. Hoje na sessão virtual da Câmara, os parlamentares debateram abertamente o obscurantismo em que a cidade está colocada quando se trata da  recuperação do prefeito em exercício.  

O presidente do Legislativo foi provocado diversas vezes sobre o caso, porém não se posicionou. Fato é que Dilamar de Jesus é o homem na linha de sucessão da Prefeitura, caso a internação de Russinho seja prolongada ainda ainda mais.

Antes da sessão, seis partidos da oposição – PSDB, Progressistas, Cidadania, Solidariedade, Patriotas e PSC – emitiram nota conjunta solicitando providências à Câmara. O argumento é de que não se pode esperar pela recuperação de Russinho. "A população precisa de respostas imeditas", diz o documento.

 

 

LEIA TAMBÉM

Boletins elevam para 44 mortes e 526 os casos de COVID-19 em Viamão. Número de notificações em único dia bate recorde

Viamão não terá hospital de campanha; Aumento de casos torna busca por solução urgente

Rumo ao lockdown: Hospital Viamão está superlotado; Não há nem macas sobrando

Prefeito Russinho não tem previsão de alta: ’A instabilidade respiratória é muito grande, ele precisa de muito oxigênio’, diz diretor do hospital

A saúde de Russinho coloca cenário político de Viamão à prova; A cadeira que ninguém quer em ano eleitoral​

Participe de nossos canais e assine nossa NewsLetter

Compartilhe esta notícia:

Facebook
WhatsApp
Twitter
LinkedIn
Pinterest

Conteúdo relacionado

Receba nossa News

Publicidade

Publicidade

Publicidade

Facebook